Consultor Jurídico

Posição oficial

STJ é contra participação da OAB e do MP em controle do Judiciário

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

Essa posição do STJ é RISÍVEL. Que controle ext...

Gesiel de Souza Rodrigues ()

Essa posição do STJ é RISÍVEL. Que controle externo é esse que apenas os membros do Judiciário realizam. Qual a justificativa plausível de impedir que a OAB e o MP participem? Por favor digam os Srs. Ministros - mas o façam com argumentos e não com visão corporativista que sempre marcou essa casta de "doutos". Lamentável

O controle externo do judiciário com a particip...

Fmdsouza (Advogado Autônomo - Empresarial)

O controle externo do judiciário com a participação só de magistrados, funciona tão bem, que o Sr. Medina, estar aí bonitão, votando contra a composição de pessoas da sociedade a tal controle. Sabe por quê? Porque se o controle já estivesse vigorando, a conduta penal de assédio sexual deste ministro com uma funcionária do tribunal, não iria ser varrido para debaixo do tapete. Iria-se punir, como se puni o ladrão de galinhas, a prostituta e o preto neste pais. ALIÁS, ALGUÉM DO TRIBUNAL PODE NOS DIZER, COMO ANDA TAL INVESTIGAÇÃO??? NÃO DEU EM NADA, É CLARO. ALGUÉM TEM DÚVIDA? Cadê o Sr. Nilson Naves, que não dar satisfação à sociedade, sobre o caso. Afinal de contas, houve ou não houve o tal assédio divulgado pela imprensa? Varreu-se ou não varreu-se para debaixo do tapete? Estamos querendo saber, Sr. MInistro !!! Vai fundo Brasil ! www.fabriciomarques.com Visite-nos.

O Poder Judiciário não precisa do controle exte...

Edvaldo Noronha Heltz ()

O Poder Judiciário não precisa do controle externo que se lhe quer impor, vale dizer, um órgão composto por membros do MP, da OAB e do Legislativo. Por uma simples razão: o Judiciário já é bastante subserviente ao Ministério Público e parlamantares, são submissos mesmo a estas instituições (uma vergonha!). Há necessidade de controle externo, sim, mas por um órgão composto por membros da OAB e membros da sociedade civil organizada. Se hoje já é vassalo de membros do MPF e do Legislativo, imaginem o que ocorreria mediante um controle externo institucionalizado (e composto por Procuradores e Parlamentares)...

Os intocáveis! A exagerada preocupação do Judic...

Benedito Tavares da Silva ()

Os intocáveis! A exagerada preocupação do Judiciário com a participação do MP e da OAB no controle externo, e a preocupação com o próprio controle externo, acaba por passar à sociedade que pode mesmo haver no Poder a dita "caixa preta". Sem os representantes do MP e sem os advogados na rotina forense o Poder Judiciário não é nada. Ora, se as decisões afetam a sociedade e se tecnicamente a sociedade deve estar representada em juízo por quem detém o "Jus Postulandi", nada mais lógico que a sociedade por intemédio daqueles que a representam em juízo venha exercer o controle sobre aqueles que sentenciam seus destinos. Aos próprios olhos o Judiciário continuará como está. No popular, o controle do judiciário pelos próprios juízes seria o mesmo que colocar o coelho para vigiar a plantação de cenouras.

Comentar

Comentários encerrados em 24/02/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.