Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Galo na cabeça

MP denuncia Duda Mendonça e mais cinco por briga de galo no RJ

Por 

Depois de ter sido preso e ganhar as páginas policiais em todo o país, o publicitário Duda Mendonça terá de se explicar na Justiça por ser um dos promotores de briga de galos no Rio de Janeiro. A prática, proibida, é um dos hobbies do publicitário encarregado de cuidar da imagem do governo federal.

A denúncia foi feita pela promotora Cristiane da Rocha Corrêa. Além de Duda Mendonça, a denúncia do MP também atinge José Daniel Tosi, Jorge (Babu) Luiz Hauat, Eduardo José de Arruda Buregio, Alberto Juramar Lemos Andrade e Ademir Alamino Lacalle. Todos são acusados de crime contra o meio ambiente, formação de quadrilha e maus-tratos contra os animais.

O publicitário e os demais envolvidos foram presos em flagrante em uma chácara no Rio de Janeiro, no dia 21 de outubro deste ano, às vésperas do segundo turno das eleições municipais. Na ocasião, Duda Mendonça era o responsável pela campanha da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), que concorreu à reeleição.

A denúncia foi encaminhada ao juiz da 26ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Joel Pereira dos Santos. A assessoria de imprensa do TJ-RJ afirmou que o juiz só deve decidir, na sexta-feira (17/12), se aceita ou não a denúncia.

A rinha desmontada pela Polícia Federal funcionava no Clube Privé Cinco Estrelas, de propriedade de Eduardo José de Arruda Buregio. Os demais envolvidos, inclusive Duda Mendonça, são sócios do clube que, naquele dia fazia a “3ª Etapa do Campeonato 5 Estrelas de Rinha de Galos”.

Segundo a Polícia Federal, o clube atuava nos últimos 17 anos como um dos principais centros de rinha de galos do país. A PF apreendeu no momento do flagrante vários panfletos promocionais sugerindo, inclusive, prêmios em dinheiro para os apostadores das brigas de galos.

 é jornalista

Revista Consultor Jurídico, 16 de dezembro de 2004, 18h41

Comentários de leitores

17 comentários

COMENTAR PARA QUEM SE VOCES NÃO PUBLICAM?!

Eduardo Augusto Seixas (Outros)

COMENTAR PARA QUEM SE VOCES NÃO PUBLICAM?!

Por quê mesu comentários não aparecem?

Eduardo Augusto Seixas (Outros)

Por quê mesu comentários não aparecem?

As esperanças de uma denúncia ser acatada ou nã...

Eduardo Augusto Seixas (Outros)

As esperanças de uma denúncia ser acatada ou não deveria ser independente das "animosidades""e fobias pessoais. Se existe uma lei que reza em seu texto, explicitamente, que briga de galo é proibido, não há por que se preocuparem os defensores dos animais e dos rodízios de carnes. Afinal é para isso que existem os juizes. Agora, por outro lado, se a lei é dúbia, dá margens à interpretações variadas, respalda o assassinato em massa de animais "abatidos" nos matadouros e quer condenar a briga de galo, é para repensar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/12/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.