Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aula complementar

Perícia Judicial é tema de curso em Mato Grosso do Sul

Em setembro deste ano, Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, sediará o curso de Perícias Judiciais promovido pelo site www.manualdepericias.com.br. O curso acontece de 8 a 11 de setembro de 2004 e é indicado para quem deseja ingressar na área de perícias na Justiça Cível.

Entre outros objetivos, o curso oferecerá conhecimentos ao profissional que deseja atuar na área de perícias; fornecerá informações para quem já está atuando na área e enfocará as perícias para engenheiros de qualquer especialidade e arquitetos.

Entre os temas abordados durante o curso estão: como é nomeado o perito judicial; como se pode solicitar para trabalhar com perícias; como o profissional é contratado; o grande mercado derivado da perícia judicial; roteiro do serviço, da nomeação ao término do trabalho; prática de análise e prática no manuseio de processos fictícios (conhecimento indispensável); como fazer proposta de honorários no processo e modelos de laudos e petições.

Serviço

Curso Perícias Judiciais

Local: Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul -- CREA-MS. Rua Sebastião Taveira, 272 -- Monte Castelo -- Campo Grande-MS.

Data: 8 a 11 de setembro de 2004

Horário: de 8 a 10 de setembro, das 19h às 22h45, e 11 de setembro, das 8h15 às 12h.

Carga horária: 15 horas

Ministrante: Engenheiro Rui Juliano

Público-alvo: Engenheiros, arquitetos e agrônomos.

Investimento: Até 30 de setembro de 2004 - R$ 570, após essa data – R$ 680. O pagamento poderá ser feito à vista ou em dois e três pagamentos com cheques. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: rjuliano@manualdepericias.com.br, ou pelo fone: (53) 231-3622, ou pelo site: http://www.manualdepericias.com.br/cursoMS2004.asp.

Revista Consultor Jurídico, 24 de agosto de 2004, 18h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/09/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.