Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cidade limpa

Mutirão recolhe propaganda irregular de candidatos em São Paulo

O Mutirão Para uma Cidade Limpa, feito nesta sexta-feira (20/8) pela Justiça eleitoral de São Paulo, retirou faixas, cartazes, banners e materiais de propaganda irregular de candidatos em diversas ruas e avenidas da cidade.

Só na 1ª Zona Eleitoral, que abrange a zona central, foram recolhidas 1.852 faixas. Na zona norte, apenas o cartório eleitoral de Santana lotou 15 sacos de lixo de 100 litros com material irregular. Na zona leste, em Penha de França, uma Kombi e um Corsa foram abarrotados com faixas e cartazes de candidatos.

Os cartórios de Capela do Socorro, Grajaú, Parelheiros, Capão Redondo, Santo Amaro e Campo Limpo, na zona sul da capital, recolheram cerca de 450 faixas e banners, além de 150 quilos de material irregular.

As principais vias percorridas foram: avenidas 23 de Maio, Celso Garcia, Sumaré, Ataliba Leonel, Cruzeiro do Sul, Interlagos, Cupecê, Radial Leste, e ruas Cerro Cora e dos Trilhos.

Segundo o juiz da 1ª Zona Eleitoral, José Joaquim dos Santos, "da propaganda verificada, cerca de 20% foi considerada irregular e retirada. A grande maioria, 80%, apesar de gerar grande poluição visual, é propaganda permitida". Ainda, segundo Santos, ações da mesma natureza poderão ser repetidas periodicamente.

Revista Consultor Jurídico, 21 de agosto de 2004, 19h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.