Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sujeira na cerveja

Brahma vai indenizar consumidora com caixas de cerveja

A Cia. Cervejaria Brahma, de Minas Gerais, vai indenizar uma auxiliar de contabilidade por danos morais. O pagamento será feito em cervejas. O acordo foi homologado pela juíza substituta da 5ª Vara Cível da comarca de Belo Horizonte, Sônia Marlene Rocha Duarte, na sexta-feira (13/8).

A Brahma deverá entregar vinte caixas de latinhas de cerveja para a consumidora. No pagamento já estão incluídos os honorários da advogada.

A auxiliar de contabilidade contou que comprou, em janeiro de 2000, uma caixa de cervejas para a comemoração de um batizado. Durante a festa, um dos convidados viu, em uma das garrafas, grande quantidade de detritos misturados na bebida.

Informou também que a garrafa não foi aberta e que todos os convidados ficaram curiosos para saber o que havia dentro dela. Alegou que a situação foi constrangedora.

A autora da ação sustentou que, além de a festa terminar repentinamente diante da bebida estragada, ela e os convidados tiveram sua saúde colocada em risco em razão de possível ingestão de bebida estragada.

Na audiência de conciliação, ficou acordado que as caixas de cervejas deverão ser entregues no endereço da autora até o próximo dia 23 de agosto.

Processo nº 02.400.009.319-5

Revista Consultor Jurídico, 18 de agosto de 2004, 18h55

Comentários de leitores

7 comentários

Posso comentar o comentário ? Alexandre vc é mu...

Sandra Falcone ()

Posso comentar o comentário ? Alexandre vc é muito engraçado ! Adorei a maionese estragada.

meus erros, pensei que o acordo tivesse se real...

Thomaz ()

meus erros, pensei que o acordo tivesse se realizado no Juizado Especial... mas nao foi no Fórum mesmo, 5ª vara!!!!! outra coisa, diapasão, Thomaz, é com S! seu analfa! hahaha

os comentários de meus nobres colegas, assim co...

Thomaz ()

os comentários de meus nobres colegas, assim como o meu, nao poderiam ter outro diapazão senão o do escárnio... em primeiro lugar essa indenização é ridula; por uma a gravidade do fato (poxa vida..tutú-barão boiando na cerva???? isso pode levar p/ o hospital!!!!!), a duas a insignificancia, pois 20 caixas de ceverina para a Cia Brahma comparativamente represntam menos do que 1 centavo p/ este advogado. fosse eu advogado do churrasqueiro pediria a indenização maxina, 20 salários mínimos (nao caixas de cerva) a com empresa grande tem é que pegar pesado pois eles nao brincam em serviço, fosse negado o acordo em 20 SM eu pegava minha garrafinha e diria que estava indo conversar a midia. ia ser um tal de advogado da brahma oferencendo acordo de 40SM hahaha 20 caixas de breja...só mesmo aqui em BH! ê BH que só tem butequeiro sô, ô trem bão!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 26/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.