Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Efeito estufa

Especialistas de cinco países debatem no RJ seqüestro de carbono

Especialistas do Japão, Suíça, Noruega, Estados Unidos e Brasil estarão reunidos, nesta sexta-feira (13/7), no Rio de Janeiro, para debater o seqüestro de carbono, uma das alternativas para mitigar os efeitos dos gases causadores do efeito estufa.

O assunto será tema do seminário Seqüestro de Carbono -- um Caminho para a Mitigação das Mudanças Climáticas, promovido pelo Centro de Pesquisas da Petrobras --Cenpes. O evento conta com a participação de membros do IPCC -- Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima, além de outras instituições.

Na visão da engenheira de processamento de petróleo do Cenpes e uma das coordenadoras do seminário, Márcia Estevão dos Santos, o seqüestro de carbono é uma maneira de mitigar os efeitos do CO2 na atmosfera enquanto não ocorre uma substituição dos combustíveis fósseis. Ela explica que o objetivo do evento é promover debates, trocar experiências e traçar estratégias de ação sobre o assunto.

“A Petrobras, como uma empresa de energia socialmente responsável e preocupada com as mudanças climáticas, que hoje afligem o mundo inteiro, está desenvolvendo uma série de pesquisas para mitigar os efeitos dos gases causadores do efeito estufa”, justifica Márcia.

O processo de captura do CO2 diretamente das fontes emissoras e armazenamento em estruturas geológicas ou no fundo de oceanos é chamado de seqüestro de carbono. Além de estudos para a captação de CO2, a Petrobras desenvolve pesquisas sobre energias renováveis, eficiência energética, fixação de carbono, controle e redução de emissões, entre outras medidas que cooperam para mitigar os gases causadores do efeito estufa.

Programação

O evento tem início às 8h30, com a palestra do engenheiro do Cenpes, Ricardo Castello Branco, que vai expor os resultados do desenvolvimento tecnológico em seqüestro de carbono na Petrobras. O segundo palestrante é o engenheiro americano Howard Herzog, com o tema o estado da arte do seqüestro de carbono no mundo.

Na seqüência, o norueguês Tore A. Torp vai falar sobre o seqüestro de carbono na Statoil. Para encerrar a manhã, o engenheiro Carlos Del Pupo vai dar uma palestra sobre o mercado de carbono.

Fonte: Ambiente Brasil

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2004, 16h37

Comentários de leitores

1 comentário

Gostaria de receber mais informações sobre esta...

Klênio Ayres Santiago ()

Gostaria de receber mais informações sobre esta temática. desde já segui meus agradecimentos.

Comentários encerrados em 20/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.