Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Discussão na Web

Advogado processa Yahoo por insultos em fóruns na Internet

Um advogado americano está processando o Yahoo por insultos que vem recebendo em fóruns disponíveis no website da empresa americana. Ele acusa o Yahoo de abrigar pessoas que ofendem os usuários da Internet.

Stephen Galton afirma que foi alvo de uma avalanche de mensagens difamatórias e abusivas em um fórum de debate no site da empresa.

Argumenta que procurou obter por via legal os nomes, endereços e telefones das pessoas responsáveis pelos ataques. Porém, o Yahoo lhe forneceu apenas informações parciais.

Tudo começou após o advogado ter ingressado em uma discussão a respeito de um cliente. Inconformado com as mensagens abusivas que vinha recebendo, Galton convocou outras pessoas que se consideram vítimas de ataques a entrar com uma ação coletiva contra a empresa.

Para ele, a empresa não oferece uma maneira para que as pessoas ofendidas façam valer seus direitos.

Segundo o site Espaço Vital, em Porto Alegre, na 2ª Vara Cível do foro central, tramita uma ação semelhante, ajuizada pelo engenheiro de sistemas Marcelo Neubauer da Costa.

Ele e os familiares tiveram seus computadores entupidos por centenas de mensagens pornográficas. O e-mail de Costa foi, indevidamente, incluído em grupos de discussões do Yahoo sobre a atividade dos skin-heads. Centenas de mensagens pregavam a perseguição e a morte de negros.

Clique aqui para ler o artigo "A responsabilidade do proprietário de site que utiliza “fóruns de discussão” -- “Decisão da Corte argentina", do juiz Demócrito Reinaldo Filho

Revista Consultor Jurídico, 10 de agosto de 2004, 10h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.