Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Roda Viva

Poder investigatório do MP será debatido na TV Cultura

A polêmica discussão do poder investigatório criminal do Ministério Público será um dos temas do programa Roda Vida, na TV Cultura, nesta segunda-feira (9/8). A partir das 22h30, o jornalista Paulo Markun comanda o programa que debaterá o papel do MP na sociedade. Desta vez, com uma inovação: o programa não terá um entrevistado no centro da roda. Debatedores convidados discutirão o assunto.

A previsão é de que oito ministros do STF votem pela inadmissibilidade da investigação criminal conduzida pelo MP. Cinco deles já se manifestaram nesse sentido: Marco Aurélio, Carlos Velloso, Nelson Jobim, Gilmar Mendes e Ellen Gracie. Acredita-se que votarão pela admissibilidade os ministros Celso de Mello, Sepúlveda Pertence e Joaquim Barbosa.

Uma bancada de debatedores -- formada por Rodrigo Pinho, procurador-geral de Justiça de São Paulo, Luiz Flávio Borges D’Urso, presidente da OAB-SP, Janice Agostinho Barreto Ascari, procuradora, Fausto Macedo, jornalista de O Estado de S. Paulo, Marco Antônio Rodrigues Nahum, presidente do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e juiz do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo e Márcio Chaer, diretor de redação da revista Consultor Jurídico -- discutirá a atuação do MP.

Revista Consultor Jurídico, 9 de agosto de 2004, 15h12

Comentários de leitores

2 comentários

Abaixo a ditadura.

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Abaixo a ditadura.

PARA PRETENDER INVESTIGAR, O MINISTÉRIO PÚBLICO...

sania Burlandi Cardoso ()

PARA PRETENDER INVESTIGAR, O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃODEVERÁ TER, PRIMEIRAMENTE, PREGUIÇA EM LER O INQÚERITO OU ESCOLHER QUAL VAI INVESTIGAR. INÚMERAS VEZES O INQUÉRITO POLICIAL RETORNA PARA DELEGACIA APENAS COM UMA ETIQUETA PARA CUMPRIMENTO DE PORTARIA, QUANDO NA VERDADE, A INVESTIGAÇÃO ESTÁ FINDA, COM RELATÓRIO APRESENTADO E PORTARIA CUMPRIDA. ESSES POLICIÓLOGOS ...

Comentários encerrados em 17/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.