Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Papel trocado

ONGs divulgam carta aberta sobre violência policial em Sapopemba

O Centro de Direitos Humanos de Sapopemba, com o apoio de outras organizações de defesa de direitos humanos, divulgará, neste sábado (17/4), uma carta aberta em que denuncia a violência policial na região. O documento trata de homicídios cometidos por policiais militares e civis, espancamentos, prisões ilegais não documentadas, invasões a domicílios, ofensas verbais e torturas físicas contra pessoas indefesas da comunidade.

Todos os casos têm como característica comum a falta de apuração pelas autoridades competentes. Segundo a população, os policiais costumam amedrontar e ameaçar moradores e líderes comunitários da região. Há pessoas que são obrigadas a se refugiar na proteção da Anistia Internacional e de outros programas, entre elas um jovem agredido por policiais depois de testemunhar o assassinato de um colega deficiente mental. Ele encontra-se sob cuidados médicos.

A carta exige que haja apuração rigorosa das ações policiais, bem como a realização de exames periciais isentos. Ela será entregue às 10h, na quadra da Escola de Samba Combinados de Sapopemba, que fica na Rua Manoel de Arruda Castanho, s/n. Maiores informações podem ser obtidas com o Centro de Direitos Humanos de Sapopemba no telefone (11) 6703-6654. (Assessoria de Imprensa do Centro de Direitos Humanos de Sapopemba)

Revista Consultor Jurídico, 16 de abril de 2004, 14h20

Comentários de leitores

2 comentários

Sou membro do Grupo de Operações Especiais da P...

sander (Investigador)

Sou membro do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil do Estado de São Paulo, e bacharel em Direito. Luto pelas pessoas honestas que moram na região de Sapopemba e se encontram refêns do Tráfico intenso de drogas que ali se instalou. Não concordo com nenhum abuso policial, mas é claro e inequívoco que muitas acusações que sofremos objetivam unicamente permitir que o tráfico possa trabalhar mais livremente nesta região onde está a favela Elba, local em que se apreende grande quantidade de armamentos pesados com grande frequência. Os Direitos Humanos Consagrados na nossa Constituição são sagrados e devem ser defendidos a todo custo, e me ofende profundamente a sua utilização em prol de atividades criminosas. Quanto aos detratores do serviço policial, aconselho uma posição mais corajosa. Ajudem a melhorar a polícia de maneira eficaz e digna, entrem na Polícia ( Civil, Federal ou Militar ) e façam a sua parte, lutem contra os criminosos que ameaçam e destroem as famílias honestas deste país, com Coragem, Compaixão, Dedicação e Caráter. É muito facil atacar as nossas atitudes de dentro de suas residências e escritórios, venham Lutar por justiça e Democracia aqui, no meio do fogo, onde os policiais justos e honestos de fato recebem o olhar de agradecimento (breve mas inesquecível), dos moradores honestos das favelas, que saem para trabalhar com as suas marmitas sob os braços ainda de madrugada, das mães que ficam com seus filhos trancados dentro dos barracos e dos estudantes que só podem estudar à noite quando os traficantes são afastados destas zonas de exclusão. Sabemos que uma favela está dominada por traficantes nestes sinais, no olhar agradecido mas amendrontado, na ausência de estudantes retornando para as suas residências a noite, no silêncio. Ninguém pode ouvir um rádio ou ver a televisão em vários locais para permitir que os "soldados do tráfico" possam ouvir a passagem de rondas policiais, a falta dos animais de estimação dos moradores que foram mortos friamente diante de seus donos e substituídos por cães ferozes utilizados pelos criminosos para intimidá-los. Luto para que a Democracia e a Justiça cheguem a estas pessoas, para que elas possam trabalhar, estudar, viver. Luto para que estes seres humanos tenham a vida digna que merecem. Não se limitem às criticas, venham e façam a sua parte.

É uma vergonha que tenhamos policias desprepara...

Luiz Henrique X. Gomes ()

É uma vergonha que tenhamos policias despreparados tanto tecnicamente como mentalmente, que nao respeitem os direitos da pessoa humana que tem tamanha importância, tanto que é positivado na nossa Constituição. Deve-se punir e afastar este criminosos de farda.

Comentários encerrados em 24/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.