Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Julgamentos históricos

Ator Sérgio Brito participa de programa na TV Justiça

O ator Sérgio Brito participará do 4º programa da série Julgamentos Históricos, produzido pela TV Justiça, que vai ao ar na próxima segunda-feira (19/4), às 20h. O ator esteve em Brasília, antes da Páscoa, gravando seu personagem, o ministro André Cavalcanti, no julgamento do processo envolvendo os estados de Santa Catarina e Paraná, que aconteceu em 1904 e analisou a questão dos limites na região do Contestado.

Após 10 anos, esse território foi campo de uma sangrenta luta comparada à de Canudos, com líder santificado pelo povo e uso de avião pela primeira vez em uma guerra.

Além de Sérgio Brito, oito renomados atores veteranos de Brasília participam do programa: João Antônio faz o presidente do tribunal, Humberto Pedrancini e Tomás Menezes são os advogados e Gê Martu, Graça Velloso, Tullio Guimarães, Sérgio Vianna e Adeilton Lima atuam no papel de outros ministros. Eles voltam a 1904 para representar o Plenário do Supremo Tribunal Federal como palco de uma luta jurídica que atraiu numeroso público e grande expectativa: o estado de Santa Catarina contra o Paraná, reivindicando as terras da região do Contestado.

No dia seguinte ao julgamento, o Correio da Manhã noticiava: “Como as condições acústicas da sala não são das melhores e vinha da rua (1º de Março) constante rumor de veículos, os próprios colegas aproximaram-se e acercou-se a assistência”.

O programa Julgamentos Históricos -- A Região do Contestado pode ser visto, em Brasília, pelo canal 10, da NET, e em todo o Brasil pelo canal 209 da Direct TV ou pelo canal 29 da SKY. Você também pode conferir os outros canais da sua cidade que transmitem a TV Justiça pelo site www.tvjustica.gov.br. (STF)

Revista Consultor Jurídico, 16 de abril de 2004, 19h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.