Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Apelo geral

Maurício Corrêa pede providências em caso de juiz desaparecido

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Maurício Corrêa, encaminhou, na última terça-feira (13/4), ofício em que pede a rápida elucidação do caso de desaparecimento do juiz Nei Machado Cordeiro, da Vara do Trabalho da cidade de Xanxerê, em Santa Catarina. O documento foi endereçado ao ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos e ao governador de Santa Catarina Luiz Henrique da Silveira.

Cordeiro está desaparecido desde o dia 1º de abril. Ele foi visto pela última vez quando deixou Xanxerê com destino a Bombinhas. No dia 5 de abril, a polícia civil catarinense encontrou em Joinville o carro incendiado do juiz. Segundo a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), o magistrado havia comunicado ao Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina que vinha recebendo ameaças por decisões que proferiu na cidade de Mafra, no mesmo estado.

Nos ofícios encaminhados ao ministro da Justiça e ao governador de Santa Catarina, Maurício Corrêa reiterou a importância do trabalho conjunto das polícias civil e federal, que vêm investigando o caso, "tendo em vista que a possibilidade de se tratar de represália à atuação jurisdicional daquele magistrado está causando intranqüilidade no seio da magistratura trabalhista”. (STF)

Revista Consultor Jurídico, 14 de abril de 2004, 15h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.