Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Analisemos algumas, respostas do Bacharel: ...

Roberto Leibholz Costa (Advogado Associado a Escritório)

Analisemos algumas, respostas do Bacharel: “...quero trabalhar na área dos Direitos Humanos, ...– o povo da rua, que não tem que os defenda.” Bela área, apesar que como Deputado Federal, pode ajudar muito mais o povo da rua. Projetos voltados a educação, rendem muito mais benefícios sociais que alterações de nome de feriado. “... apóio o controle externo do Judiciário, mas não concordo com a súmula vinculante.” Ops... Agora que é letrado em direito, sugiro ouvir as opiniões do Ministro Maurício Corrêa, que aliás são bem diferentes de seu ex-companheiro sindicalista. "... a população precisa ser informada em relação às atitudes do Poder Judiciário, da mesma forma que é informada sobre as atitudes do Legislativo e do Executivo” Vamos lá: Os processos, em regra, são públicos, inclusive podem ser consultados via internet. Muito diferente dos tramites obscuros do Legislativo e Executivo. O povo pode participar de qualquer audiência, o MP representa o povo e é chamado de fiscal da lei. Também não há, entre os órgãos colegiados troca de favores e tão pouco acerto de votos. "Essa medida fere a autonomia das instâncias e mata a criatividade dos juízes...” Efetivamente as instâncias não são autônomas, dai decorre o princípio constitucional do duplo grau de jurisdição. E criatividade é chamar o livre convencimento dos magistrados de criatividade ! Imaginem uma apelação com o seguinte dizer: Em que pese a Criativa decisão do Criativo Magistrado. "A Justiça do trabalho só deve ser procurada em último caso e quando as duas partes assim concordarem...” Oras, se as duas partes concordam não há lide. Será que a Justiça do Trabalho só deva servir para homologar acordo? Essa do sindicado como substituto processual é boa, me parece até que existe previsão na CLT, observe o capítulo I DA INSTITUIÇÃO SINDICAL SECÇÃO 1 e seguintes. "...com o sindicato como substituto do trabalhador, haverá uma causa só com solução para todos os questionamentos de igual natureza(...)80% dos processos individuais que correm hoje na Justiça do Trabalho referem-se a trabalhadores desempregados...” Ereca ! Encontramos a solução ! Sugiro o nome de litisconsórcio para essa reunião processos. A estatística é tão relevante que deveria formatar-se um parecer dirigido a presidência do TRT. De toda forma, felicito o ilustre bacharel, que dignou-se de estudar, contrariando, bravamente, o precedente presidencial.

Gostaria de esclarecer ao nobre leitor O. Marti...

Vicentinho ()

Gostaria de esclarecer ao nobre leitor O. Martini que, durante o ano de 2003, estive, sim, me dividindo entre o Congresso Federal, em Brasília, e São Bernardo do Campo, minha cidade e onde concluí o curso de Direito pela Universidade Bandeirantes, a Uniban. Foi meu primeiro ano como parlamentar, tendo sido eleito em 2002 por expressiva votação popular, e meu último ano no curso de Direito. Mas, caro senhor Martini, em momento algum fiz disso um segredo. Pelo contrário. Antes mesmo do início do ano passado, apresentei um requerimento ao Conselho da Uniban, fundamentado na Lei de Diretrizes e Bases, para que pudesse ampliar a carga horária de aulas as segundas e às sextas-feiras e, quando necessário, aos sábados, para que pudesse cumprir os créditos restantes e completar o curso. O Conselho acatou meu requerimento e eu cumpri regiamente o estabelecido, tendo realizado e sido aprovado em todas as provas e avaliações no decorrer do ano. Não houve, portanto, nenhum favorecimento. Tampouco negligenciei minhas atividades parlamentares. Apresentei, sim, um projeto propondo a troca do nome do Dia do Trabalho para o Dia do Trabalhador, porque acho justa a homenagem a todos aqueles que edificam com seu suor este nosso grande país. Mas minha atuação parlamentar vai bem além disso. Apresentei outros 12 projetos, sendo um deles, em parceria com os deputados Ivan Valente (PT-SP), Professor Luizinho (PT-SP) e Wagner Rubinelli (PT-SP) para criar a Universidade Pública do ABC, porque entendo que os cidadãos da nossa região também merecem ter acesso ao ensino superior gratuito e de qualidade. Além de participar de várias comissões permanentes da Câmara, como membro titular ou suplente, sou presidente da Comissão Especial da Reforma Trabalhista. E, por minha atuação em pouco mais de um ano de mandato, fui eleito pelo Diap entre os 100 parlamentares mais dinâmicos do Congresso. Como meu mandato é do povo que me elegeu, me sinto na obrigação de prestar essas informações e de me colocar à disposição de todos os cidadãos que por ventura desejem debater qualquer assunto, encaminhar propostas ou mesmo esclarecer qualquer aspecto da minha atuação parlamentar. Aproveito para convidar a todos que queiram saber mais sobre outros projetos de minha autoria, de grande relevância para a perspectiva de geração de emprego, para o fortalecimento da cultura e da soberania nacional, entre outros assuntos, a visitarem o meu site na internet: www.deputadovicentinho.com.br

O "ilustre bacharel", antes de pensar em exerce...

Paulo Miranda Drummond ()

O "ilustre bacharel", antes de pensar em exercer a advocacia, seja em que ramo for, deverá ter como primeira e principal meta, preparar-se para o exame da OAB, requisito primordial, para ser considerado advogado.

Wilson Ferreira da Silva- Embu-SP Parabéns,...

Wilson Ferreira da Silva ()

Wilson Ferreira da Silva- Embu-SP Parabéns, Vicentinho! Sua garra, seu esforço, sua vontade de lutar podem ser encontradas em milhares de brasileiros, que almejam um mínimo de formação intelectual, mas sem condições financeiras para pagar os estudos. Fico feliz em recebê-lo como colega e, espelhado em minha própria experiência, busco nos céus esperança de que um dia todo brasileiro possa ter um mínimo de formação educacional que lhe garanta dignidade, traduzido em toda sua plenitude o disposto no artigo 6º da Constituição do nosso País.

Que belo exemplo ao sr. presidente da República...

Luiz Eduardo Alves de Siqueira ()

Que belo exemplo ao sr. presidente da República, tão avesso ao saber acadêmico que parece só ter as suas rotas metáforas para dizer quando abre a boca em público e que, há mais de duas décadas, alimenta-se exclusivamente de carisma e do incenso dos áulicos companheiros que o cercam.

Parabens ao Ilustre brasileiro, que galgou o pr...

Alvaro Benedito de Oliveira (Advogado Autônomo)

Parabens ao Ilustre brasileiro, que galgou o primeiro degrau das letras jurídicas, parece, com seu animo e sua vontade esta apto a dar continuidade a seu aperfeiçoamento por curso de MESTRADO e posterior DOUTORADO, onde por fim sera titulado Dr. Vicente. Outrossim esta apto a integrar carreiras como a de advogado, Ministério Publico, Delegado de Policia, ou mesmo Juiz de Direito, bastando-lhe prestar as devidas provas de proficiencias. Assim sendo , parece, que em breve, quando não mais o houver impedimento legal de exercicio da profissão, teremos mais um brilhante colega a integrar a OAB;

Assim como o Lula, o Dep. e bacharel Vicentinho...

Igor Garcia ()

Assim como o Lula, o Dep. e bacharel Vicentinho foi um contumaz sindicalista da classe trabalhadora e, merece o respeito e admiração de todos nós, espero que continue com os mesmos ideais para ser um verdadeiro operador do direito.

Agora que o Dr. Vicentinho, estando em Brasília...

O Martini (Outros - Civil)

Agora que o Dr. Vicentinho, estando em Brasília, conseguiu se formar bacharel em Ciências Jurídicas em S.Bernardo do Campo - Estado de S.Paulo, certamente vai passar pelo exame da OAB para exercer a advocacia. E ainda mais, vai melhorar seus PROJETOS DE LEI, como o que altera denominação do dia Primeiro de Maio, de dia do trabalho - como é no mundo todo - para '"DIA DOS TRABALHADORES" . E mais, com certeza, será o futuro prefeito de S.BERNARDO DO CAMPO/SP - cidade com mais de 600.000 habitantes de alta escolaridade. Parabéns ao Dr. Vicentinho!

Comentar

Comentários encerrados em 20/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.