Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caixa dois

Ex-funcionário do DF é condenado por apropriação indevida

Apropriação indevida de parcelas de arrecadação de receita. Por essa acusação, o ex-funcionário do Conselho Regional de Administração do Distrito Federal (CRA/DF) Ney Castro Neto foi condenado pelo Tribunal de Contas da União a pagar R$ 215 mil, valor já atualizado. Ainda cabe recurso.

O dinheiro desviado era fruto de pagamentos de profissionais e empresas ao Conselho, feitos entre março de 1999 e janeiro de 2001. Castro Neto não apresentou alegações de defesa e foi multado, ainda, em R$ 15 mil.

Foi fixado prazo de 15 dias para comprovar o recolhimento das dívidas aos cofres do CRA/DF e do Tesouro Nacional. Caso isso não seja feito, a cobrança judicial já foi autorizada. O Ministro Adylson Motta foi o relator do processo. (TCU)

TC 009.642/2002-0

Revista Consultor Jurídico, 10 de abril de 2004, 13h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.