Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direito coletivo

Livro sobre direito coletivo homenageia ministro do TST

O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, lança na próxima quinta-feira (15/4), às 20 horas, o livro Direito Coletivo do Trabalho em uma Sociedade Pós-Industrial. O evento acontece no próprio TRT-SP, no Espaço Cultural Juiz Eurico Cruz Neto no 1º andar.

Coordenada por Tárcio José Vidotti e Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, juízes do TRT da 15ª Região, a obra é uma homenagem ao ministro Antônio José de Barros Levenhagen, do Tribunal Superior do Trabalho.

Mineiro de Baependi, Antônio José de Barros Levenhagen formou-se em Direito em 1975. Foi promotor de Justiça e juiz de Direito em Minas Gerais. Ingressou na Magistratura do Trabalho da 2ª Região por meio de concurso público em junho de 1980. Foi promovido por merecimento a juiz presidente da então 1ª Junta de Conciliação e Julgamento de Guarulhos (JCJ), SP, e posteriormente, presidiu as JCJs de Taubaté e Cruzeiro, no Vale do Paraíba.

Em 1986, foi para o recém-criado Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, tendo sido designado juiz substituto da Corte a partir de 1989. Promovido por merecimento a juiz togado do Tribunal em janeiro de 1993, compôs inicialmente a 1ª Turma, da qual foi Presidente no biênio 95/96. Foi Diretor da Escola da Magistratura da Justiça do Trabalho da 15ª Região no biênio 97/98, tendo se empenhado para que a Ematra 15 fosse reconhecida como órgão do TRT, o que acabaria ocorrendo em 25 de novembro de 1998.

Convocado para o TST de março a dezembro de 1997, Barros Levenhagen recebeu da mais alta Corte do Judiciário Trabalhista brasileiro as Medalhas da Ordem do Mérito Judiciário, nos graus

de Comendador e de Grã-Cruz.

Do TRT da 10ª Região (DF) recebeu a Medalha da Ordem do Mérito Dom Bosco, no grau de Grã-Cruz. É ministro do TST desde 14 de outubro de 1999. Em sua homenagem, o Fórum Trabalhista de Taubaté recebeu, em 19 de maio de 2000, o nome Ministro Barros Levenhagen. (Roncon & Graça Comunicações)

Revista Consultor Jurídico, 8 de abril de 2004, 12h25

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.