Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ato público

Senador e deputada acionados no TSE são apoiados por artistas

O senador João Capiberibe e a deputada federal Janete Capiberibe serão apoiados, publicamente, na próxima quarta-feira (14/4) pelo PSB e artistas, em Brasília. Eles enfrentam, no Tribunal Superior Eleitoral, processo movido pelo PMDB do Amapá. O partido pede a cassação do mandato dos dois.

O PSB contesta os três votos dados pelo TSE a favor da cassação da deputada e do senador. Segundo os defensores dos Capiberibe, a decisão ignorou provas consistentes presentes no processo. Elas demonstrariam que a acusação está fundamentada em testemunhos de duas pessoas que confessaram ter recebido dinheiro para depor contra o casal.

A prova do suborno estaria registrada em vídeo, feito em novembro 2003, de uma reunião em que as duas pessoas que depuseram contra o casal diante do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá confessam, a assessores do senador, terem recebido dinheiro e exigido R$ 20 mil para mudar o testemunho.

O caso foi denunciado pelos parlamentares do PSB à Polícia Federal, mas não foi levado em consideração pelo TSE. O pedido de vista do processo, apresentado pelo ministro Fernando Neves, cria a expectativa de que o Tribunal dê maior atenção a essas provas e, assim, rejeite a acusação.

O evento, promovido pela liderança do PSB na Câmara dos Deputados, será às 17 horas, no Salão Verde da Casa, em Brasília. Artistas como Chico Buarque, Chico César, Marlui Miranda, Sérgio Mambert entre outros e o primeiro brasileiro prêmio Nobel da Paz, Persival Furquim Vaz, já confirmaram presença. Estarão lá, ainda, políticos de expressão nacional, militantes, organizações governamentais e não governamentais. Saiba mais sobre o caso e assista ao vídeo em www.capiberibe.net (Assessoria de Imprensa)

Revista Consultor Jurídico, 7 de abril de 2004, 16h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.