Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direito garantido

Policiais federais em greve não podem ter salários descontados

Os salários dos policias federais em greve não poderão ser descontados. O entendimento é do desembargador federal Edgard Lippmann Júnior, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que manteve sentença da Justiça Federal de Porto Alegre, nesta terça-feira (6/4).

A liminar, assinada no dia 19 de março, beneficia os servidores vinculados ao Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul. A entidade ingressou com um mandado de segurança na 11ª Vara Federal da capital gaúcha para evitar que a adesão ao movimento grevista de seus filiados implicasse em descontos na folha de pagamento.

Depois de a juíza federal substituta Daniela Cristina de Oliveira Pertile ter concedido o pedido de liminar, a União recorreu ao TRF. Lippmann, relator do processo no tribunal, entendeu que deve ser mantida a decisão. "A greve é um direito do trabalhador, seja ele servidor público ou não", ressaltou, observando que isso é ainda mais válido quando se trata de supressão de vencimentos, com graves conseqüências de caráter alimentar. (TRF-4)

Revista Consultor Jurídico, 6 de abril de 2004, 20h08

Comentários de leitores

2 comentários

A QUESTÃO É: O serviço de policial federal é d...

Enzo Scavone Junior (Contabilista)

A QUESTÃO É: O serviço de policial federal é de utilidade pública e essencial. Se eles não querem trabalhar, o mais racional é, demiti-los a bem do serviço publico e abrir um concurso. Não faltarão pessoas para cobrir os postos deste cidadãos. Se eles não querem trabalhar existe muita gente que quer!!!!!!!!! Afinal o povo é quem paga os salários dessas pessoas e não é justo que o povo pague por isso!

A QUESTÃO É: O serviço de policial federal é d...

Enzo Scavone Junior (Contabilista)

A QUESTÃO É: O serviço de policial federal é de utilidade pública e essencial. Se eles não querem trabalhar, o mais racional é, demiti-los a bem do serviço publico e abrir um concurso. Não faltarão pessoas para cobrir os postos deste cidadãos. Se eles não querem trabalhar existe muita gente que quer!!!!!!!!! Afinal o povo é quem paga os salários dessas pessoas e não é justo que o povo pague por isso!

Comentários encerrados em 14/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.