Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

O favorecimento pessoal ou político é uma reali...

Alexandre M R Alves ()

O favorecimento pessoal ou político é uma realidade em nossos tribunais. Não sei em São Paulo, ou em Tocantins, mas todos conhecem ou ouviram falar de tais situações. Ressalte-se que a discussão ocorre em um Conselho, e não há manifestação oficial do MJ nesse sentido. A discussão tem cabimento. A operacionalização, no entanto, encontrará decerto obstáculos constitucionais e, é claro, políticos.

Olha o Ministério da Justiça aí gente!!! Essa ...

Valéria Terena Dias ()

Olha o Ministério da Justiça aí gente!!! Essa notícia deve ter sido plantada na imprensa séria por alguém do Casseta &Planeta, do Zorra Total, ou pelo departamento "jornalistico" do Domingo Legal. Não foi? É sério? Bem, se o objetivo for o fim do Poder Judiciário eles vão conseguir. Se não for, botem o autor da idéia em camisa de força. Rápido!

É fato que sempre lemos notícias absurdas, mas ...

Marcos (Advogado Assalariado - Empresarial)

É fato que sempre lemos notícias absurdas, mas esta é de estarrecer! Porque será que o Ministério da Justiça não se preocupa em garantir o bom desenvolvimento das atividades que lhe competem, ao invés de interferir nas atribuições do Poder Judiciário, como decidir quem é, ou não, apto ao cargo de magistrado? Será que o Brasil está tão seguro, com fronteiras protegidas por uma Polícia Federal competente e aparelhada? Será que tudo está tão bem encaminhado no Ministério da Justiça, a ponto de sobrar tempo para "meter o bedelho" no Judiciário? Então vamos inverter os valores, atribuindo ao Judiciário a responsabilidade pelo concurso de ingresso no Ministério da Justiça. Talvez o Legislativo possa ser responsabilizado pelo concurso do Ministério Público...Com deputados tão qualificados como os nossos, talvez melhore a qualidade dos nossos promotores de justiça. Francamente, falta seriedade neste país...Deste jeito não se progride. Nestas horas dá vontade de ser inglês...

Bom mesmo seria instituir o provão para acesso ...

Maria Fernanda Alarcón ()

Bom mesmo seria instituir o provão para acesso ao Supremo e aos Tribunais Superiores.

O acesso aos Tribunais, seja por antiguidade, m...

Carlos José Marciéri (Advogado Autárquico)

O acesso aos Tribunais, seja por antiguidade, merecimento ou pelo quinto, também deveria ser precedido de exame na forma da proposta do ilustre Prof. Barroso, como forma de conhecer aqueles verdadeiramente cientes da função social do julgador, de aprimoramento e valorização dos estudiosos da ciência do Direito.

Comentar

Comentários encerrados em 3/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.