Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Páreo duro

OAB paulista terá a maior eleição de sua história

A eleição do dia 27 de novembro será a maior em número de eleitores e de candidaturas da história da OAB paulista, afirma o atual presidente da entidade, Carlos Miguel Aidar. São 180 mil eleitores em potencial e oito chapas. Em 2000, votaram 95.345 advogados e havia cinco chapas.

As chapas são fechadas e incluem cinco nomes para a diretoria (presidente, vice, secretário-geral, secretário-geral adjunto e tesoureiro), 55 conselheiros titulares, 30 conselheiros suplentes, três conselheiros federais, com dois suplentes, e cinco nomes para a diretoria da Caasp (Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo), com três suplentes.

As oito chapas são encabeçadas por: Vitorino Francisco Antunes Neto (11), Luiz Flávio Borges D'Urso (12), Roberto Ferreira (13), Clito Fornaciari (14), Dino Fiore Capo (15), Carlos Ergas (16), Valter Uzzo (17) e Rosana Chiavassa (18).

De acordo com os sites dos candidatos, quem tem mais apoiadores é D'Urso, com 2.876 nomes registrados. Uzzo está em seguida, com 2.122 nomes. Na seqüência estão Clito (1961), Rosana (1553), Vitorino (1299), Ferreira (1163) e Ergas (347). Dino Capo não tem site.

Aidar destacou, ainda, que haverá debates públicos entre os candidatos e que eles terão espaços na mídia interna da Ordem para divulgar suas propostas.

"O voto eletrônico, que será usado sob orientação do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, vai agilizar a apuração e totalização, além de tornar ainda mais transparente todo o pleito eleitoral. E o processo já convenceu todos os brasileiros de sua segurança e lisura nas últimas eleições gerais do país", afirmou Aidar.

A eleição acontece no dia 27 de novembro, das 10h às 18h. Na Capital, os locais de votação serão: Faculdade de Direito da USP (Largo São Francisco, 95), Álvares Penteado (Largo São Francisco, 19), Fecap (Av. Liberdade, 532), Casa de Portugal (Av. Liberdade, 899) e FMU (Rua Tagúa, 150 e Av. Liberdade, 899).

Também haverá votação nas 215 Subsecções. Os advogados devem votar onde estão inscritos. Não há voto em trânsito. Quem não votar, deve justificar em, no máximo, 30 dias após as eleições.

Com informações da OAB-SP.

Revista Consultor Jurídico, 28 de outubro de 2003, 16h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/11/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.