Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segunda edição

Livro de Direito Penal trata de casos concretos de tribunais de MT

A segunda edição do livro "Curso de Direito Penal Brasileiro" já está nas livrarias de todo o País. A obra é do mestre em Direito Penal e professor da Universidade de Cuiabá (Unic), Luis Carlos Avansi Tonello. O livro, lançado pela editora da livraria Janina, é a obra didática mais vendida em Cuiabá (MT) nos últimos dois anos.

Apesar de estar na sua segunda edição, o livro continua a ser um dos únicos no Brasil a usar uma linguagem simplificada. A obra foi atualizada, enriquecida com novos casos e aprofundada em alguns temas como cálculo de pena e prescrição.

"Curso de Direito Penal Brasileiro" analisa toda a parte geral do Direito Penal e interpreta crimes reais e fictícios. De acordo com o autor, o livro está recheado de explicações de casos concretos dos tribunais de Mato Grosso e também de diversas situações criadas em salas de aula (hipótese laboratório).

"O exemplo ensina porque fica na memória do leitor, facilita sobremaneira a absorção dos ensinamentos. Provavelmente, esse é o maior mérito do livro", explica Tonello. Para ele, a obra não pretende inovar no estudo dos temas, mas sim oferecer aos estudantes um manual que analise o Código Penal de forma clara sem criar dificuldades no entendimento. "Nossa intenção é instigar o leitor que inicia seus estudos nessa disciplina a refletir, ponderar e questionar", conclui.

Esta é a segunda obra de Luis Carlos Tonello. Seu primeiro trabalho publicado foi em 1997, quando fazia mestrado em São Paulo. Com o título Direito Penal Simplificado, o autor elaborou uma versão simplificada do Direito Penal, destinada exclusivamente para estudantes e juristas.

"Curso de Direito Penal Brasileiro" está sendo vendido em todas as principais livrarias do Brasil. Custa R$ 79,00 com capa dura e R$ 59,00 com capa simples. (Unic -- Assessoria de imprensa)

Revista Consultor Jurídico, 17 de outubro de 2003, 12h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.