Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Concurso público

TJ paulista abre 84 vagas para o cargo de juiz substituto

O Tribunal de Justiça de São Paulo abriu 84 vagas para o cargo de juiz substituto. O salário inicial da carreira é de R$ 5.817,12. As inscrições começaram esta semana e vão até o dia 22 de outubro. O edital do concurso pode ser encontrado no site www.tj.sp.gov.br.

A taxa de inscrição é de R$150. O atendimento será feito das 12h30 às 17 horas, no Fórum João Mendes Júnior, na Praça João Mendes Júnior, na região central de São Paulo.

Para concorrer, é preciso ser bacharel em Direito, ter exercido durante pelo menos dois anos serviço como estagiário no Judiciário, Ministério Público, Procuradoria-Geral do Estado ou setor privado ou ainda ter sido delegado.

O concurso tem três fases. Na primeira, haverá uma prova objetiva sobre Direitos Constitucional, Administrativo, Tributário, Civil, Processual Civil, Processual Penal, Comercial, Conhecimentos Gerais e Língua Portuguesa. Na segunda etapa, o candidato fará um exame com duas dissertações e perguntas discursivas sobre tópicos das matérias de Direito. Na última fase haverá um exame oral.

Revista Consultor Jurídico, 15 de outubro de 2003, 12h37

Comentários de leitores

3 comentários

Nota-se do texto, que não é preciso mais o cand...

Antonio Fernandes Neto (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

Nota-se do texto, que não é preciso mais o candidato ter advogado, pelo menos, dois anos. Basta ser delegado de polícia ou estagiário. É por essas (sem vivência do direito) e outras (salário baixíssimo para a grande responsabilidade que é julgar) que não concorrem ao cargo de primeiro grau, advogados titulados (mestres, doutores, doutrinadores). O concurso é somente de provas (não interessam títulos), vez que está aberto a estagiários e delegados de polícia. Não é por menos que na Comarca do Guarujá, há bem poucos anos atras, ocupavam as Varas Cíveis, jovens juízes com não mais de 24 anos de idade e nós, que lá tivemos alguns processos simples (como despejo por falta de pagamento), muitas das vêzes tinhamos de fazer longas petições, demonstrando-lhes (praticamente ensinando-os) onde estava o Direito, na Lei Específica, no Código Civil e no Código de Processo Civil, requerendo, à final, imissão na posse, execução de débitos contra fiadores, etc. Ainda bem que hoje, salvo engano, existe a Escola da Magistratura, tão necessária para a formação dos neo-concursados, antes de empossados. Além do baixo salário, irá o novo Juíz enfrentar os problemas que estamos cansados de ver nas Varas e Cartórios: falta de material de trabalho e pessoal. Aqueles que não buscam apenas alcançar um serviço público estável e que exercerão a função com zêlo e dedicação, serão sempre lembrados pelos seus pares e nós advogados.

Indispensável a redução do número de entrâncias...

garisio (Juiz Estadual de 2ª. Instância)

Indispensável a redução do número de entrâncias no Estado de São Paulo (são sete), a fim de que esse salário inicial seja mais elevado, atraindo, então, profissionais qualificados.

A referência ao salário inicial é bruto, devend...

Maurício Habice ()

A referência ao salário inicial é bruto, devendo se deduzir o imposto de renda (27,5%) e a contribuição previdenciária (11%).

Comentários encerrados em 23/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.