Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bazar da pechincha

Tribunal de Justiça de Sergipe leiloa 1.115 bens

A Corregedoria do Tribunal de Justiça de Sergipe promoveu, na semana passada, o Quinto Leilão Judicial, com a venda de 1.115 bens, divididos em 61 lotes. Os primeiros 42 objetos tinham valores mínimos estimados e os demais eram arrematados por lance livre. Haverá outro leilão no dia 24 de outubro.

O soldador Eduardo de Jesus arrematou dois ventiladores pelo valor de R$ 10. "Estava precisando de um ventilador, e pelo preço de um levei dois. Fiz um bom negócio!", garantiu. O comerciante Wilton Dantas comprou sofás, freezer e estante. "Não é a primeira vez que venho para um leilão desses, pois compro para revender e sempre tiro lucro. Faço bons negócios!", afirmou.

De acordo com o juiz corregedor, Gilson Felix, o objetivo do leilão é esvaziar todo o depósito, para reformá-lo e instalar no local outro serviço jurisdicional. Segundo ele, "a pretensão da Presidência é dar uma destinação que atenda mais a coletividade, do que simplesmente um depósito. O presidente, desembargador Pascoal, e a desembargadora Josefa Paixão pretendem instalar aqui outra Vara de Assistência Judicial para que as pessoas tenham um maior acesso à Justiça." (TJ-SE)

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2003, 14h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.