Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo negócio

OAB do Rio de Janeiro inaugura escritório para recém-formados

A OAB fluminense inaugura nesta quarta-feira (8/10), às 19h, o primeiro Escritório Compartilhado do Brasil. São 16 salas equipadas com computador ligado a Internet, telefone, secretária, central de recado, fax, serviço de boy e três salas de reuniões -- tudo à disposição dos advogados.

Segundo presidente da OAB-RJ, Octavio Gomes, "o objetivo é oferecer ao advogado recém-formado, ao que reside fora da capital, ao que trabalha em casa ou divide escritório com outro colega, oportunidade de iniciar seu novo negócio e receber seu cliente num local apropriado para o exercício de sua função."

Durante os cinco primeiros meses a OAB-RJ custeará toda a infraestrutura funcional. Depois, as salas serão alugadas por cerca de R$ 20 a hora -- um preço abaixo do valor de mercado. (Século Z Comunicação)

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2003, 17h14

Comentários de leitores

6 comentários

Gostaríamos de chamar a atenção dos advogados d...

Assessoria Valter Uzzo – OAB Para Todos ()

Gostaríamos de chamar a atenção dos advogados de São Paulo para que conhecessem as Propostas de Valter Uzzo para os Jovens Advogados, pois além de propor medida semelhante as adotadas por Recife e Rio, ainda traz outras ações complementares para fortalecer o início de carreira dos recém-inscritos. Confiram: Escritório virtual A OAB deve defender com ações firmes a condição de profissional liberal do advogado, o que implica garantir meios de o(a) advogado(a) com até cinco anos de inscrição ingressar no mercado com o menor custo. A instituição deverá criar e subsidiar o Escritório Virtual do Jovem Advogado, uma estrutura nos moldes da Casa do Advogado, para que o Jovem Advogado(a) possa atender clientes, receber recados, realizar pesquisas, enfim, ter acesso às condições dos profissionais já estabelecidos dentro de alguns critérios, como: - O Jovem Advogado(a) teria direito a utilizar até 4 horas semanais, sem qualquer custo, e passaria a pagar por horas extras desde que o horário esteja vago. - Advogados(as) que trabalhem em sociedade de jovens advogados recebem horas decrescentes de acordo com o número de advogados. Assim: - Sociedade com 2 profissionais: diminui 1 hora na soma dos 2 – total 7 horas - Sociedade com 3 profissionais: diminui mais 2 horas na entrada do terceiro – total 9 horas - Sociedade com 4 profissionais ou mais: diminui mais 3 horas na soma do quarto – total 10 horas - Sociedade com 5 profissionais: diminui 3 horas na soma do quinto – total 11 horas - E assim por diante. Para conhecer todas as Propostas de Valter Uzzo para os Jovens Advogados acessem: http://www.valteruzzo.com.br/proposta.php?id_prop=14 Obrigado.

Parabéns ao Dr. Octavio Gomes por mais um empre...

Teresa Maria Simões Barbosa de Araújo ()

Parabéns ao Dr. Octavio Gomes por mais um empreendimento louvável de sua gestão.

Ao que parece, iniciativas elogiáveis como esta...

Alexandre Bragotto ()

Ao que parece, iniciativas elogiáveis como esta somente faltam ser implamtadas pela OAB de São PAulo. Alexandre Bragotto (advogado - CAmpinas/SP) 8/10 - 11:03

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.