Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fora de foco

Relatório sobre Justiça causa confusão no meio jurídico

Relatório sobre o Estado e a Justiça nas Américas -- 2002/2003, publicado pelo Centro de Estudos da Justiça das Américas (Ceja), organização com sede no Chile, tem causado confusão no meio jurídico. O relatório não está claro e dá margem para interpretações equivocadas sobre a Justiça.

Estranhamente, os países que têm os maiores índices são os menos arriscados. É o caso dos Estados Unidos e Canadá, por exemplo. O relatório dá margem para se entender que no Brasil há menos risco que nos Estados Unidos -- quando é o contrário.

Para se ter uma idéia, pela tabela os Estados Unidos tiveram 5.5 pontos como índice de risco em 2002. O Brasil, no mesmo período, teve 1.75. Em uma leitura equivocada, pode-se pensar que o que tem a menor taxa de risco é o menos arriscado quando o estudo pretende mostrar o contrário.

Outros países citados com percentuais menores que os Estados Unidos foram: Colômbia, Jamaica, Guatemala, Bolívia, Honduras, Haiti, México, Paraguai e República Dominicana, entre outros. Todos esses países -- embora sejam mais arriscados que os Estados Unidos -- são apresentados no estudo como se não fossem, o que gera confusão.

Também foi questionado se os entrevistados confiam no Poder Judiciário. Do total, 32,5% disseram que há muita confiança no Poder Judiciário do Brasil, 63,9% responderam que há pouca ou nada de confiança e 3,6% não souberam opinar.

O relatório pode ser lido no site www.cejamericas.org

Revista Consultor Jurídico, 28 de novembro de 2003, 20h02

Comentários de leitores

1 comentário

Que feio! Vocês censuraram ao meu comentário a...

Ricardo Augusto Flor ()

Que feio! Vocês censuraram ao meu comentário anterior só por que critiquei a clareza do texto de vocês?! Mas ainda bem que melhoraram um pouco, se bem que o problema da clareza persiste, pois o texto continua não informando qual é o risco a que se refer. Risco do quê? De haver decisões erradas da justiça? Como é que alguém pode entender o texto e, principalmente verificar a contradição apontada se o texto não explica o quye a pesquiza quis dizer! Já que vão censurar meu comentário mesmo, pelo menos corrijam o texto. Confusão e censura total!

Comentários encerrados em 06/12/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.