Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Santo de casa

Operação Anaconda: Bellini ameaçou filho de Rocha Mattos.

O relatório da Operação Anaconda -- de 30 de setembro -- revela desentendimentos entre três acusados que levariam às ameaças feitas pelo delegado José Augusto Bellini ao filho do juiz João Carlos da Rocha Mattos, o menino C., de 13 anos de idade, nascido na Flórida. Este é quarto relatório da Polícia Federal publicado pela revista Consultor Jurídico.

O relatório também revela que um delegado de Polícia Civil de São Paulo, Paulo Fleury, filho de um dos mitos da repressão, o todo-poderoso chefe do Deops Sérgio Paranhos Fleury, também foi investigado pelos federais.

Leia o relatório

MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL

DIRETORIA DE INTELIGÊNCIA POLICIAL

DIVISÃO DE CONTRA INTELIGÊNCIA POLICIAL

SETOR DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE

RELATÓRIO PARCIAL DE INTELIGÊNCIA

(AUTO CIRCUNSTANCIADO 21)

Inquérito nº. 2003.03.00.048044-6

Senhor Delegado; Apresento a Vossa Senhoria síntese das diligências e resultados das interceptações realizadas em nossa base operacional de SÃO PAULO/SP.

DO TELEFONE MONITORADO:

TERMINAL (11) 9655-5425

O monitoramento do telefone celular do investigado JOSÉ AUGUSTO BELLINE no período de 18/09 a 02/10/2003, produziu resultados relevantes para a presente investigação, embora o alvo tenha, por várias vezes, mencionado que seu telefone está "grampeado". Suspeita surgida após a prisão do Delegado ALEXANDRE MORATO CRENITTE. As sínteses dos diálogos importantes apresentamos abaixo:

Em 19.09.03, às 14 h 50 min, BELLINE liga para HNI (homem não identificado) e conta que terá que comparecer a CPI, pois jogaram um com o outro e falaram que o mesmo tem participação com o "outro" que HNI conhece. Em seguida BELLINE pergunta para HNI se o mesmo pegou "as coisas". HNI responde que parou de mexer com esses relógios. HNI diz que o quê tem é tudo "tranqueirada" e os bons para mandar cem... BELLINE interrompe e pede para deixar quieto, pois o que está mandando está bom. BELLINE diz que só queria que tratassem bem "ela", pois sempre dando um agrado trata melhor. BELLINE diz que o preço é "x" e vai pagar "y". CARLINHOS diz que está tudo "aí".

CLIQUE NA FIGURA PARA ESCUTAR

Em 19.09.03, às 16 h 45 min, BERTIN liga para BELLINE e pergunta onde o mesmo está. BELLINE responde que está em casa. BERTIN pede para BELLINE ligar para ele do fixo. Em seguida BERTIN informa o número do seu telefone, ou seja, 3616-5278.

CLIQUE NA FIGURA PARA ESCUTAR

Em 19.09.03, às 17 h 46 min, BELLINE liga para CÉSAR e diz que não consegue falar com o mesmo. CÉSAR pergunta de qual telefone BELLINE está falando. BELLINE responde que está falando do seu e comenta: "eu quero é que se foda se tiver grampeado". CÉSAR pede para BELLINE de vez em quando ligar o... BELLINE interrompe o que CÉSAR estava falando e diz que amanhã conversam, pois tem uma outra "bronca". BELLINE, irritado, diz que falar com CÉSAR não adianta porque antes ele vai comprar e vender moto, cuidar da vida dele e deixa o resto. CÉSAR diz que conversam amanhã.

CLIQUE NA FIGURA PARA ESCUTAR

Em 19.09.03, às 18 h 17 min, BELLINE liga para esposa SÍLVIA e diz que falou com o LAW e com PERU. BELLINE conta que vai ser chamado na CPI por causa do LAW e do PAULINHO FLEURY. SÍLVIA pergunta se em BRASÍLIA. BELLINE responde que em SÃO PAULO, onde esta montada. BELLINE conta também que há dez dias atrás ele, JOÃO, SERGINHO e o filho do JOÃO estiveram juntos. BELLINE diz que ficou nervoso com o moleque e o mandou para "puta que o pariu" junto com o JOÃO. BELLINE diz também que continuaram porque o JOÃO o conhece. SÍLVIA diz que pensou que BELLINE tinha perdido a amizade. BELLINE conta que a NORMA representou contra ele na POLÍCIA FEDERAL. BELLINE diz que vai com seu advogado PAULO ESTEVES contra a NORMA e a mesma vai ter que lhe pagar uma indenização. BELLINE diz que recebeu essa notícia através de uma ligação do BERTIN.

CLIQUE NA FIGURA PARA ESCUTAR

Em 19.09.03, às 17 h 03 min, BELLINE liga para o escritório de PERU e pergunta em tom de brincadeira se a CPI trouxe a mala. PERU diz que está esperando a mala da CPI. BELLINE pergunta se PERU lembra de uma conversa em que ele (BELLINE) na qual falou que PERU era dele, do JOÃO e da ADRIANA. PERU responde que lembra. BELLINE diz que fala por telefone porque não deve nada e quer mais é que o chame.

BELLINE conta que BERTIN ligou para ele e disse que a NORMA entrou com uma representação e uma fita contra o BEL. BELLINE conta que na semana passada foi comer uma pizza com o filho da NORMA, acrescentando que ele sabe tudo, sabe do nome de todo mundo, sabe o que acontece tudo. BELLINE prossegue contando que depois de dois dias ligou para falar com o "J" e ele atendeu e disse alguma coisa, momento em que BELLINE o mandou para "puta que o pariu", acrescentando que falou que o menino era um moleque, vagabundo e deveria se colocar no seu lugar e parar de sair atrás dos problemas de família do seu pai.

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 2003, 15h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/11/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.