Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pérolas Processuais

Pérolas: réu vive de espórtula, tanto é que é notória sua cacosmia.

Por 

"A prova apresenta-se caxexa, não sendo isógona, torna-se obnubilar. O réu vive de espórtula, tanto é que é notória sua cacosmia. A sedizente vítima fez ao réu uma melúria, até porque o mesmo é polífago, porém nunca foi cavilador". (Trechos de peça de razões finais, em processo crime na 1ª Vara da comarca de Rosário do Sul, RS).

Choradeira raquítica

O Espaço Vital facilita a compreensão dos leitores. E traz, extraída do Dicionário Houaiss, a definição de cada uma das oito raras palavras.

Caxexa -- pequena, raquítica;

Isógona -- que tem ângulos iguais; que liga pontos;

Obnubilar -- tornar-se obscuro;

Espórtula -- donativo em dinheiro ou gêneros, auxílio, esmola, ajuda;

Cacosmia -- condição daquele que aprecia ou sente atração por cheiros desagradáveis;

Melúria -- choradeira, queixa lamentosa, habitual, ou dissimulada;

Polífago -- aquele que come muito;

Cavilador -- o que gosta de rir, folgazão.

Intérprete

Traduzindo, então, a petição: "A prova apresenta-se raquítica, não ligando pontos. O réu vive de donativos, tanto que é notória sua vida em ambiente miserável. A sedizente vítima fez, contra o réu, uma queixa dissimulada, até porque o mesmo come muito, porém nunca foi folgadão."

Pérolas processuais são publicadas no site Espaço Vital - www.espacovital.com.br

 é advogado, editor do site Espaço Vital e articulista da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 7 de novembro de 2003, 9h43

Comentários de leitores

1 comentário

Esse aí não devia ser muito amigo do juiz...

Carlos Alberto Gomes Junior ()

Esse aí não devia ser muito amigo do juiz...

Comentários encerrados em 15/11/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.