Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tomada de decisões

Icann elege três brasileiros para cargos de liderança na Internet

Três brasileiros foram eleitos para representar a região da América Latina e Caribe na Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (Icann): Ivan Moura de Campos, Demi Getschko e Tadao Takahashi. Eles foram nomeados em junho durante a eleição de novos membros para três dos órgãos de liderança da corporação: o corpo de diretores, o Conselho da Organização de Suporte a Nomes Genéricos (The Council of the Generic Names Supporting Organization - GNSO) e o novo Comitê Consultivo Interino (At Large Advisory Committee - ALAC).

A Icann é uma organização sem fins lucrativos, responsável por gerenciar os aspectos técnicos e políticos da administração da Internet mundial, como os nomes de domínios e endereços numéricos que são utilizados para acessarem os computadores na rede. Sua missão é assegurar a operação estável e segura deste sistema, atividade vital para o funcionamento da Internet.

Para a nomeação dos novos membros, o comitê recebeu 115 recomendações de candidatos potenciais de todas as partes do mundo e selecionou 17 candidatos - nove para para o corpo diretor, cinco para o ALAC e três para o GNSO. Os mandatos vão de 5 a 41 meses, período previsto para que a Icann implemente a sua reestruturação organizacional. O ALAC coordena a participação de usuários individuais nas atividades da Icann e o GNSO desenvolve as políticas de concessão de nomes de domínios, em geral com as terminações .com, .net, .org, .info e .biz.

Para os cargos escolhidos, o comitê de nomeação procurou candidatos enquadrados nos critérios de seleção da Icann: homens ou mulheres que possuem como peculiaridade experiência, respeito, integridade, objetividade e senso de justiça. Com esta estratégia, o comitê procurou equilibrar os outros processos de seleção de liderança da instituição e assegurar que a Icann possa se beneficiar da liderança de mulheres e homens de integridade e capacidade que colocam os interesses públicos à frente dos particulares. Segundo representantes da entidade, os nomes escolhidos vão assegurar à Icann a diversidade funcional, cultural e geográfica na condução da sua política de desenvolvimento e no processo de tomada de decisão que envolvem a Internet.

O Comitê de Nomeação da Icann é uma comissão independente composta de membros escolhidos por grupos e entidades que compõe a Icann e por várias organizações de desenvolvimento de padrões para a Internet. O comitê atua nos interesses globais da comunidade da Internet e atualmente é responsável por selecionar nove dos 15 diretores do quadro, cinco dos 15 membros da ALAC e três dos 15 membros do GNSO. (RNP)

Veja a lista dos nomeados:

Quadro de Diretores

Ivan Moura Campos (Brasil - América Latina/Caribe)

Masanobu Katoh (Japão - Ásia/Austrália/Pacífico)

Veni Markovski (Bulgária/Macedônia - Europa)

Hualin Qian (China - Ásia/Astrália/ Pacífico)

Vinton Cerf (Estados Unidos - América do Norte)

Tricia Drakes (Inglaterra - Europa)

Thomas Niles (Estados Unidos / América do Norte)

Njeri Rionge (Kenya - África)

Hagen Hultzsch (Alemanha - Europa)

Conselho da Organização de Suporte a Nomes Genéricos (GNSO)

Demi Getschko (Brasil - América Latina/Caribe)

Amadeu Abril i Abril (Espanha - Europa)

Alick Wilson (Nova Zelândia - Ásia/Austrália/Pacífico)

Comitê Consultivo Interino (ALAC)

Tadao Takahashi (Brasil - América Latina/Caribe)

Roberto Gaetano (Itália - Europa)

Kenneth Hamma (Estados Unidos / América do Norte)

Sunday Folayan (Nigéria - África)

Toshifumi (Tommy) Matsumoto (Japão - Ásia/Austrália/Pacífico)

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2003, 18h17

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/07/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.