Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bloqueio geral

Bens de controladores do Banco Araucária estão indisponíveis

Os bens dos controladores e ex-administradores do Banco Araucária devem permanecer indisponíveis. A decisão unânime é da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná.

Segundo o relator, desembargador Luiz César de Oliveira, o caso envolve a quebra de importante instituição financeira investigada por comissão de inquérito do Banco Central do Brasil, cuja conclusão tendeu a responsabilizar Luiz Alberto Dalcanale, Alberto Dalcanale Neto, Reinaldo e Fernando Silva Peixoto, Humberto Ciccarino Filho, Reinoldo Tuleski e Ruth Whately Bandeira de Almeida.

Com a medida restritiva que alcançou os bens dos agravados, a Bolsa de Valores pretende garantir o princípio do contraditório e ampla defesa. (TJ-PR)

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2003, 14h17

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/07/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.