Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições 2003

Justiça Federal determina recontagem de votos na OAB do DF

A seção do Distrito Federal deve receber esta segunda-feira (22/12) notificação para recontar, em 72 horas, os votos apurados no pleito que elegeu, em novembro, a nova diretoria da entidade. A conferência dos votos foi determinada em liminar da Justiça Federal, concedida na última sexta-feira em ação ajuizada pela chapa União -- segunda colocada na disputa e liderada pelo advogado Eduardo Roriz. A candidata eleita, Estefânia Viveiros, pretende recorrer para derrubar a liminar e impedir a recontagem.

Na chapa Pela Ordem, Estefânia venceu os outros três candidatos com apenas 122 votos de diferença, em 17 de novembro. Ela somou 2.970 votos contra 2.848 de Eduardo Roriz. Os candidatos Paulo Guimarães (chapa Evolução) e Guilherme Castelo Branco (Renovação) tiveram, respectivamente, 2.605 e 834 votos. A comissão eleitoral somou 8.893 votos válidos, 214 nulos e 240 em branco.

A chapa União levantou a hipótese de que nem todos os votos teriam sido computados e pediu a recontagem à comissão eleitoral, que indeferiu o pedido.

O terceiro colocado na disputa, Paulo Guimarães, considera legítimo o pedido de conferência de votos.

Fonte: www.correioweb.com.br -- Ana Helena Paixão --

Revista Consultor Jurídico, 22 de dezembro de 2003, 10h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/12/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.