Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Em alta

Ex-ouvidor da Polícia ganha prêmio de Direitos Humanos em SP

O XX prêmio de Direitos Humanos Franz de Castro Holzwarth, concedido pela Comissão de Direitos Humanos da OAB paulista, irá premiar este ano o advogado e ex-ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Fermino Fecchio Filho. Durante sua gestão na Ouvidoria, ele conduziu as investigações sobre a operação castelinho, na qual 12 homens suspeitos de pertencer ao PCC foram mortos.

Também foram contempladas com menções honrosas Valdênia Aparecida Paulina, do Centro de Direitos Humanos e Cedeca da Sapobemba, e a irmã Alberta Girardi, da Comissão Pastoral da Terra e Pastoral Carcerária.

A cerimônia acontecerá no dia 18 de dezembro às 17 horas, no Salão Nobre da Ordem, na Praça da Sé, 385 - 1º andar. O prêmio "Franz de Castro Holzwarth" foi criado em 1982 e já premiou, entre outros, Heleno Fragoso, Fábio Konder Comparato, Herbert de Souza, Dom Paulo Evaristo Arns, Caco Barcelos, rabino Henry Sobel, padre Júlio Lancellotti e Dalmo de Abreu Dallari.

Franz de Castro Holzwarth foi um advogado que atuou junto aos encarcerados e foi metralhado pela Polícia, quando servia de refém a presos rebelados, em 1981.

Fermino Fecchio Filho tem uma longa folha de serviços prestados à sociedade brasileira na defesa dos Direitos Humanos. Formado em Direito pela Faculdade do Largo São Francisco, turma de 1969, especializou-se em Direito Constitucional pela PUC-SP e em Direito Municipal pela FGV, tendo concluído o Curso de Direitos Humanos pelo Instituto de Derechos Humanos , na Costa Rica, em 1994.

Durante sua gestão à frente da Ouvidoria, colocou a serviço da população de São Paulo toda a experiência que acumulou como presidente do Centro Santo Dias de Direitos Humanos, entre 1986 e 1992; coordenador do Movimento Nacional de Direitos Humanos entre 1993 e 1996; integrante da Comissão de Direitos Humanos da OAB --SP no período de 1996 a 2000; e presidente do Condepe -- Conselho Estadual de Defesa da Pessoa Humana no Biênio 1999-2000. (OAB-SP)

Revista Consultor Jurídico, 15 de dezembro de 2003, 15h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/12/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.