Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Na vanguarda

JEF-SP é modelo para todo o Brasil, diz José Eduardo Cardoso.

"Saio daqui absolutamente impressionado com o que vi. Estamos diante de um padrão de prestação jurisdicional que foge inteiramente da realidade nacional pelas suas características, pela sua celeridade". Assim o presidente da Comissão Especial da Reforma do Judiciário na Câmara dos Deputados, deputado José Eduardo Cardoso, despediu-se ao deixar o prédio do Juizado Especial Federal de São Paulo, na última sexta-feira (5/12).

Durante as cinco horas de visita, a convite da Associação dos Juízes Federais do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Ajufesp), Cardoso conheceu o funcionamento do JEF-SP e se mostrou impressionado. Ele foi acompanhado pela desembargadora federal Marisa Santos, coordenadora dos JEFs da 3ª Região, e pelos juízes federais Leila Paiva, presidente do JEF-SP, e José Marcos Lunardelli, presidente da Ajufesp.

O deputado afirmou que pretende fazer com que a experiência do JEF-SP "seja levada em conta, analisada, socializada do ponto de vista das suas características" nas discussões sobre a reforma do Judiciário. A iniciativa, segundo ele, "é um paradigma da grande transformação da Justiça Federal brasileira". (JEF-SP)

Revista Consultor Jurídico, 9 de dezembro de 2003, 17h34

Comentários de leitores

3 comentários

Já existe APRENDIZ dE ADVOGADO em São Paulo? !!...

Eduardo Câmara ()

Já existe APRENDIZ dE ADVOGADO em São Paulo? !!! Eu desconhecia!!

Há quanto tempo o JEF foi inaugurado em São Pau...

Washington Rodrigues de Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Há quanto tempo o JEF foi inaugurado em São Paulo??? Decerto, os mesmos elogios proferidos pelo ilustre deputado, também o foram por ocasião da instalação do Juizado Especial Cível de São Paulo. Hoje, entretanto, e passados alguns anos, constata-se que de especial apenas a fila que os advogados, estagiários e população em geral têm de enfrentar para verificar os seus processo. Isso, quando os mesmos são localizados... Portanto, sugiro a supressão do termo "especial", pois de especial não tem nada.

Pois é, ilustre deputado Cardoso, não é por fal...

O Martini (Outros - Civil)

Pois é, ilustre deputado Cardoso, não é por falta de boas idéias e até mesmo de excelentes paradigmas que vamos deixar de ter um Judiciário que não envergonhe os juizes. A reforma do Judiciário não é só exigência mínima da Democracia e do Estado de Direito, mas diria, até de respeito à competência e dedicação anônima da esmagadora maioria dos juizes. Lerdeza tem limites ou vira estagnação, apesar da boa vontade do deputado na Câmara. Desejar-lhe boa sorte é a única coisa que podemos fazer, enquanto torcemos pela reforma.

Comentários encerrados em 17/12/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.