Consultor Jurídico

Judiciário e sociedade

STF e Radiobrás assinam convênio que levará Rádio Justiça ao ar

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Maurício Corrêa, o titular da Secretária de Comunicação e Gestão Estratégica, ministro Luiz Gushiken, e o presidente da Radiobrás, Eugênio Bucci, assinam convênio nesta quarta-feira (27/3), às 19h, para a produção e veiculação do programa Rádio Justiça -- Revista. O ato será na presidência do STF.

O programa Rádio Justiça -- Revista -- estréia nesta sexta-feira (29/08) e será veiculado semanalmente das 10h às 11h (horário de Brasília). O programa será transmitido nas rádios Nacional Brasília (AM), Nacional do Rio de Janeiro (AM) e Nacional da Amazônia (OC) e disponibilizado para 680 emissoras cadastradas na Radiobrás, que poderão sintonizá-lo pelo satélite, telefone, internet ou ainda recebê-lo em CD.

O objetivo é permitir que cada cidadão entenda como funciona a Justiça e como é tratado o Direito no país. O programa também pretende tornar mais conhecidas as decisões judiciais, tentando mostrar o funcionamento das várias esferas e instâncias do Judiciário brasileiro. O Rádio Justiça -- Revista será produzido pela Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal em parceria com a Radiobrás e com a colaboração dos profissionais de comunicação dos diversos órgãos de Justiça em todo o Brasil.

Programação

O programa Rádio Justiça -- Revista trará um giro de notícias pelo país com a participação das assessorias de imprensa dos órgãos do Judiciário. Serão apresentadas, em linguagem acessível à população, as decisões da semana de maior abrangência social, nas diversas instâncias ou ramo do Judiciário.

O teor dessas decisões será explicado por um advogado, professor, juiz ou integrante do Ministério Público. Também poderão ser ouvidos os personagens ligados ao assunto como representantes de instituições, técnicos, parlamentares.

O programa inclui um espaço para tirar dúvidas de ouvintes sobre termos jurídicos ou sobre os instrumentos que a Justiça brasileira oferece ao contribuinte na solução de seus problemas. Serviços, curiosidades, cursos, ou eventos de repercussão nacional também vão enriquecer o programa. O Supremo Tribunal Federal também irá franquear o programa a outras emissoras e distribuirá ainda por satélite, linha telefônica ou por remessa de CD. (STF)




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 26 de agosto de 2003, 16h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.