Consultor Jurídico

Cidadania e humor

Entidade lança cartilha educativa sobre o novo Código Civil

A Academia Paulista de Magistrados e a Imprensa Oficial do Estado lançarão a cartilha "Ao encontro da lei -- O novo Código Civil ao alcance de todos", nesta quinta-feira (14/8), em Brasília. A cartilha estará à venda em cerca de 30 mil bancas de todo Brasil a partir do dia 15 de agosto.

A cartilha, escrita pelo desembargador José Rodrigues de Carvalho Netto e ilustrada pelo cartunista Paulo Caruso, mostra em linguagem simples -- e com dose certa de humor -- que o direito faz parte de todas as ações do cotidiano das pessoas.

Com 124 páginas e tiragem de 210 mil exemplares, impressa em quatro cores, a cartilha aborda de maneira descontraída assuntos como direito ao nascer, herança, adoção, mudança de nome, reconhecimento de filhos, maioridade, relações de consumo, bens de família, transplantes, vida em condomínio, casamento e sociedades comerciais.

Segundo o presidente da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Hubert Alquéres, "é importante que todos conheçam o Código Civil, principalmente em áreas que afetam diariamente suas vidas. A linguagem simples e didática e as ilustrações do Paulo Caruso certamente ajudarão nossa cartilha a cumprir a principal função: ampliar a cidadania".

Com apoio do Supremo Tribunal Federal, do Governo do Estado de São Paulo, da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, da Fundação Padre Anchieta (TV Cultura), da Rede Globo e do Bradesco, a cartilha chega às bancas e livrarias a partir desta sexta-feira (15/8) com preço também acessível: R$ 4,90.

Para ajudar na divulgação, o ator Lima Duarte protagonizará uma campanha publicitária que começa a ser veiculada nesta quinta-feira (14/8). Para Lima Duarte, a cartilha é uma arma poderosa: "Ela irá ensinar as pessoas a se relacionarem com seu meio e sua consciência".

Mais sobre a obra

O primeiro dos cinco capítulos da cartilha é "O direito de nascer". Nele, o leitor encontra questões como o direito à herança, à filiação, os direitos dos filhos naturais e adotivos, fecundação artificial, adoção e reconhecimento de filhos.

"Ao encontro da lei", o segundo capítulo, trata da responsabilidade do cidadão, mostrando como é a lei com relação aos relativamente incapazes e absolutamente incapazes, a responsabilidade dos pais em relação aos filhos, as responsabilidades dos empresários, dos donos de imóveis e até de proprietários de animais. Discorre também sobre o Código de Defesa do Consumidor, mostrando como exigir e garantir seus direitos.

Os bens de família, transplantes e doações de órgãos, as questões envolvendo fiança e usucapião são abordadas no terceiro capítulo sob título "Lar doce lar", com foco na pessoa.

As relações das pessoas entre si são abordadas no capítulo quatro -- "Se nosso apartamento falasse". Ele trata da vida nos condomínios, casamento, civil e religioso e até quem pode e quem não se casar, explicando ainda os regimes de bens e o que fazer diante da separação.

"Minha adorável funilaria", que encerra a obra, fala sobre como são as empresas comerciais individuais ou em sociedade. (Imprensa Oficial do Estado de SP)




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de agosto de 2003, 16h58

Comentários de leitores

9 comentários

Também parabenizo a todos que contribuíram para...

Jose Cicero Vanderlei ()

Também parabenizo a todos que contribuíram para a edição dessa obra tão importante para o exercício da cidadania do povo brasileiro. Gostaria de receber um exemplar, pois já andei procurando nas bancas e livrarias, porém não obtive êxito.

Gostaria de receber se possivel um exemplar, em...

Marcelo Neves 1978 (Bacharel - Civil)

Gostaria de receber se possivel um exemplar, em formato *.doc, permitindo assim, que houve o repasse para os demais colegas de estudo. advogadorp@yahoo.com.br - Rib. Preto / SP.

Quero parabeniza-los por esta iniciativa de det...

Alexandre Ferretti ()

Quero parabeniza-los por esta iniciativa de detalhar o C.C. de tal forma que passe a ser compreendida por todos. Gostaria de receber um exemplar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.