Consultor Jurídico

Decisão unânime

Celso de Mello é eleito para novo mandato no TSE

Em votação na sessão plenária da tarde desta quarta-feira (13/8), os ministros do Supremo Tribunal Federal, atendendo aos ofícios encaminhados pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Sepúlveda Pertence, decidiram, por unanimidade, reconduzir o ministro Celso de Mello a mais um mandato de dois anos como ministro-substituto do TSE.

Também ficou acertado em outra votação que Luiz Carlos Lopes Madeira, Carlos Eduardo Caputo Bastos e José Gerardo Grossi serão os candidatos que comporão a lista tríplice dirigida ao TSE.

Na mesma oportunidade, o presidente do STF, ministro Maurício Corrêa, informou aos colegas que, no próximo dia 27, ele pretende submeter à apreciação de todos as Súmulas que já tiveram suas ementas minutadas pelo ministro Sepúlveda Pertence, para que o Tribunal possa votá-las.

Comunicou ainda ao Plenário que no mesmo dia o ministro Carlos Britto levará o seu voto no caso do habeas corpus 82.424, impetrado pelo escritor Siegfried Ellwanger, acusado da prática de racismo. (STF)




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de agosto de 2003, 18h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.