Consultor Jurídico

Caso Banestado

Deputados do Paraná devem depor em CPI do Banestado

A CPI mista do Banestado vai ouvir, nesta terça-feira (12/8), a partir das 9h, o presidente e o relator da comissão parlamentar de inquérito da Assembléia Legislativa do Paraná, deputados Neivo Beraldin (PDT) e Mário Bradock (PMDB), respectivamente. A CPI do Paraná ouviu diretores e gerentes de agências do Banestado e também tomou o depoimento da ex-diretora de Fiscalização do Banco Central, Tereza Grossi.

O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) disse acreditar que os deputados têm dados importantes sobre o Banestado que podem auxiliar a CPI do Congresso. "Além de ouvir o depoimento, queremos que eles nos encaminhem os documentos e os depoimentos colhidos. De posse deles, tenho certeza de que estaremos mais perto dos beneficiários da lavagem de dinheiro", enfatizou.

O senador Antero fechou um calendário que prevê depoimentos até o dia 22 de agosto. De acordo com o cronograma, estão previstos, para quinta-feira, dia 14, os depoimentos de Alberto Dalcanale Neto e Ruth Wathely Bandeira de Almeida, gerentes do extinto Banco Araucária; e, para sexta-feira, dia 15, a oitiva dos ex-diretores de Fiscalização do BC Tereza Grossi e Cláudio Mauch.

Seminário

No dia 27 de agosto, especialistas discutirão a "Prevenção e combate à Lavagem de Dinheiro", em São Paulo. O ministro do Superior Tribunal de Justiça, Gilson Dipp, será um dos palestrantes. Leitores da revista Consultor Jurídico têm 10% de desconto. (Clique aqui para obter mais informações sobre o seminário).




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de agosto de 2003, 18h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.