Consultor Jurídico

Bate-rebate

Advogado divulga nota rebatendo acusações da OAB do Maranhão

O Movimento de Revitalização e Valorização da Advocacia (MRVA) divulgou nota rebatendo as acusações da OAB do Maranhão de que o Movimento usou indevidamente a assinatura de advogados, conforme divulgado pelo boletim OAB-Press nesta sexta-feira (8/8).

Segundo a nota, "a OAB está querendo fazer um jogo com os advogados, desrespeitando a classe, como se os advogados não tivessem clareza sobre o que vem sendo colocado a respeito da sonegação da lista dos endereços comerciais, residenciais e eletrônicos (e-mails)".

De acordo com a nota, "em nenhum momento, usou o MRVA de má fé, fazendo com que advogados assinassem qualquer documento que não fosse do seu conhecimento".

Ao ser informado pela coordenação do MRVA sobre a notícia, o advogado Carlos Nina disse que "quem não conhece o presidente da Ordem e o seu candidato, podem até achar que eles estão falando a verdade. Quem não me conhece, pode até achar que eu estou mentindo. Mas que nos conhece e conhece a história desses fatos, sabe quem é o mentiroso e quem não tem a coragem de assumir a verdade".

Leia a íntegra da nota:

Em face do recebimento do boletim informativo OAB-Press, distribuído na tarde desta quinta-feira, 8 de agosto, pela Seccional da OAB-Maranhão, o Movimento de Revitalização e Valorização da Advocacia vem esclarecer o seguinte:

1. A OAB está querendo fazer um jogo com os advogados, desrespeitando a classe, como se os advogados não tivessem clareza sobre o que vem sendo colocado a respeito da sonegação da lista dos endereços comerciais, residenciais e eletrônicos (e-mails).

2. Em nenhum momento, usou o MRVA de má fé, fazendo com que advogados assinassem qualquer documento que não fosse do seu conhecimento. A notícia do Jornal Pequeno é um manifesto de apoio à candidatura do advogado Carlos Nina, assinado por 66 advogados, que mostra as realizações feitas por Carlos Nina durante o período em que ele esteve à frente da OAB (1985/1989), e diz que a OAB burocratizou-se e abandonou os advogados e que seus dirigentes violam os princípios mais elementares da democracia e passaram a abusar dos recursos da instituição, como se fossem propriedade sua. A manifestação de pensamento é direito, a menos que o Conselho da OAB queira privar os advogados desse direito, como já tentou fazer com o advogado Moreira Serra Júnior.

3. A OAB tenta confundir a opinião pública e os advogados. O MRVA realmente divulgou nota de repúdio, só que, assinada pela Coordenação do Movimento, e vem reiterar tudo o que já foi dito, destacando que a OAB omitiu parte do provimento 95/2000, do Conselho Federal, justo aquela que transfere ao Conselho Seccional o dever de estabelecer critério para a entrega dessas informações e nunca o de privilegiar candidato de sua preferência

4. O MRVA lamenta que quanto aos fatos apontados pelo MRVA, que denuncia a sonegação e uso da lista sem nenhum critério e ética, a OAB silenciou, até porque os advogados são as próprias testemunhas que receberam as correspondências do candidato do Conselho.

5. Reitera o convite a todos os advogados que queiram subscrever a representação encaminhada ao Conselho Federal, denunciando tais fatos, e ainda convida-os para se integrarem nessa luta por Uma OAB para todos os advogados

São Luís, 8 de agosto de 2003




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 8 de agosto de 2003, 19h01

Comentários de leitores

1 comentário

Não conhecia o MRVA. Gostaria de saber se é um ...

LUÍS  (Advogado Sócio de Escritório)

Não conhecia o MRVA. Gostaria de saber se é um movimento local do Maranhão ou Nacional. Desconheço os fatos que geraram a discussão, mas concordo absolutamente com uma coisa: a OAB burocratizou-se, abandonou os advogados à própria sorte. A OAB não é democrática. A máquina da OAB favorece aqueles que estão no poder, e possuem condições de organizar grandes chapas. Não há eleição direta para o quinto constitucional e também, por causa do voto em chapas, para o Conselho Federal. Não adianta a OAB se preocupar com as causas sociais e esquecer do advogado. Aliás, é sabido que os dirigentes da OAB, muitas vezes, falam das suas opiniões como se fossem as opiniões da OAB. A OAB está parecendo até um partido político. Qualquer movimento pela revitalização da advocacia deve ser incentivado.

Comentários encerrados em 16/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.