Consultor Jurídico

Mutirão na Justiça

Juizado Especial Previdenciário de SP cadastra 2.272 ações

O Juizado Especial Previdenciário de São Paulo cadastrou, no último sábado (2/8), 2.272 ações. O mutirão reuniu 50 voluntários -- servidores do Tribunal Regional Federal da Terceira Região, da Justiça Federal de Primeiro Grau, do Ministério Público Federal e estagiários.

As ações visam a obtenção da correção monetária dos salários-de-contribuição de benefícios previdenciários pelo índice do IRSM de fevereiro de 1994.

A coordenadora dos Juizados Especiais Federais da Terceira Região, Marisa Santos, expediu nota de agradecimento a todos os voluntários e ressaltou a prestação do relevante serviço a uma grande parcela dos jurisdicionados da Terceira Região que se dirigem ao Juizado Especial Federal Previdenciário.

O Juizado Especial Federal Previdenciário de São Paulo recebeu, desde sua instalação em 14 de janeiro de 2002, aproximadamente 90 mil ações -- grande parte julgada e com o pagamento já feito aos segurados.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de agosto de 2003, 14h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.