Consultor Jurídico

Impostos em importação

Empresa garante dólar a R$ 1,19 para pagamento de impostos

A empresa paulista NCOM Telecom e Informática Ltda. garantiu o pagamento de impostos, relativos à importação de acessórios de telefonia comprados nos Estados Unidos, com a cotação do dólar a R$ 1,19. A empresa obteve liminar em Mandado de Segurança junto à 15ª Vara Federal de São Paulo.

A mercadoria foi importada em dezembro, quando foi fechado o contrato de câmbio entre a empresa e o Banco do Brasil, responsável pelas operações de importação. No entanto, a NCOM decidiu realizar o desembaraço aduaneiro somente em janeiro, quando pagaria os impostos.

Com a desvalorização do real, o valor do tributo que seria pago teve um aumento de 60% sobre o valor original. Os advogados Martim de Almeida Sampaio e Luís Roberto Mastromauro esperaram o mês de janeiro para conferir se o câmbio voltaria à estabilidade. Como isso não aconteceu, recorreram à Justiça.

O juiz federal substituto, Marcelo Guerra Martins, acatou a tese dos advogados, que invocaram o ato jurídico perfeito. Para eles, a importação já havia sido concluída, estando apenas guardada no entreposto aduaneiro. Desta forma, o valor do recolhimento de impostos não poderia ser alterado.

Revista Consultor Jurídico, 12 de março de 1999.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 12 de março de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/03/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.