Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Juízes reúnem-se na Argentina

Réu leva ministros do STF e STJ à Argentina

Não houve sessão plenária no Supremo Tribunal Federal na quinta-feira passada por falta de quórum. É que quatro dos onze ministros viajaram a Buenos Aires, a convite do empresário Mario Garnero, para um curso sobre legislação brasileira que terminou sexta-feira.

O programa oficial do encontro registra entre os palestrantes e debatedores o Advogado-Geral da União, Geraldo Magela Quintão, 5 ministros do Superior Tribunal de Justiça, o presidente do Tribunal Regional Federal de São Paulo e um juiz da mesma Corte, 2 desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo, o presidente do 10º Tribunal de Alçada Cível de São Paulo, mais um desembargador do Tribunal de Justiça de Brasília e outro do TJ do Rio de Janeiro.

Integram a lista de convidados do empresário nove ministros das mais altas cortes do país. A lista dos paulistas na comitiva inclui integrantes do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (São Paulo), Tribunal de Justiça e 1º Tribunal de Alçada Criminal. Constam também um desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e outro do TJ de Brasília.

Os magistrados convidados do Jurisul são: Jorge Scartezzini, presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região; Carlos Roberto Gonçalves, presidente do 1º Tribunal de Alçada Civil de São Paulo; Enrique Ricardo Lewandowski, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo; Fátima Nancy Andrighi, desembargadora do Tribunal de Justiça de Brasília; Sydney Sanches, ministro do Supremo Tribunal Federal; Luiz Carlos Fontes de Alencar, ministro do Superior Tribunal de Justiça; Nilson Naves, ministro do STJ; Newton de Lucca, juiz do TRF-SP; Félix Fischer, ministro do STJ; Manoel Carpena Amorim, desembargador do TJ-RJ; Sepúlveda Pertence, ministro do STF; Cid Scartezzini, vice-presidente do STJ; Ilmar Galvão, ministro do STF; Sálvio de Figueiredo Teixeira, ministro do STJ; e Carlos Velloso, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal.

A primeira sessão do Curso de Direito Brasileiro para Advogados Argentinos foi presidida pelo empresário Mario Garnero. No encerramento, a palavra coube novamente a ele, que falou sobre "A Integração Jurídica como Instrumento Essencial na Construção do Mercosul".

Revista Consultor Jurídico, 12 de novembro de 1998, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/11/1998.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.