Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Justiça em Números

Para Cármen Lúcia, recursos são culpados por excesso de processos na Justiça

Por 

Para a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, a quantidade de recursos possíveis em ações no Brasil é a responsável pelo excesso de processos nos tribunais. Segundo ela, a possibilidade de muitos recursos faz com que os processos não transitem em julgado, aumentado o número de casos pendentes de solução nos tribunais, o que gera insatisfação e incompreensão da sociedade por causa da morosidade.

"Nós juízes também estamos insatisfeitos com o Judiciário", disse Cármen Lúcia.
Fellipe Sampaio/SCO/STF

“Nós juízes também estamos insatisfeitos com o Judiciário. A gente podia estar julgando a cada semana os processos que chegam à Justiça dentro desse período”, afirmou, nesta segunda-feira (4/8), ao comentar a edição de 2017 do relatório Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça.

Segundo o levantamento, 109,1 milhões de processos tramitaram pela Justiça durante 2016. Se o Judiciário parasse de receber ações novas e se dedicasse a julgar apenas os processos em trâmite no dia 31 de dezembro de 2016, teria de dedicar dois anos e oito meses à tarefa, aponta o relatório, divulgado nesta segunda.

A ministra disse que os números mostram a importância do Judiciário e o tamanho do desafio a ser enfrentado pelo poder para melhorar a prestação jurisdicional. “Não podemos fechar a portas do Judiciário para o cidadão que nos procura. Nem podemos permitir que a demora pelo excesso de processos em tramitação deixe o cidadão descontente com a Justiça.”

*Texto alterado às 19h54 do dia 4 de setembro de 2017 para acréscimos.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2017, 19h18

Comentários de leitores

11 comentários

Risível

Gil Reis (Advogado Autônomo)

É bastante risível a Presidente de um Tribunal Recursal fazer criticas e se queixar de excesso de recursos. kkkkkkkkkk

De novo ?

JA Advogado (Advogado Autônomo)

Sempre é o excesso de recursos que causa a morosidade. Então que acabem com o direito de recorrer que fica tudo resolvido. É um absurdo isso - basta ver o número de recursos PROVIDOS nas instâncias superiores, o que revela que as instâncias ordinárias erram também.

Torre de babel!

Jcandal (Advogado Autônomo - Civil)

Cada qual decidindo segundo sua livre apreciação e consciência não pode resultar em outra coisa senão recursos e mais recursos, na maioria deles agravos de instrumento, em função de decisões corriqueiras no curso processual totalmente apartadas da jurisprudência consolidada! E lá vai agravo...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 12/09/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.