Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tecnologia no Judiciário

Partes chegam a acordo através de grupo de WhatsApp criado por juiz

Por 

Um juiz da Grande São Paulo conseguiu resolver um litígio de uma forma um tanto inusitada. Depois da audiência de instrução, o magistrado criou um grupo de WhatsApp com os advogados envolvidos no processo, e foi através do aplicativo de celular que as partes chegaram a um acordo e resolveram a situação em menos de uma semana.

Partes chegaram a acordo por meio de grupo no WhatsApp criado por juiz.

Isso aconteceu na 5ª Vara do Trabalho de São Bernardo do Campo. O caso envolvia uma vendedora que trabalhou sob contrato de pessoa jurídica em uma empresa e acionou a Justiça para ter reconhecido o vínculo empregatício.   

Segundo o juiz do trabalho substituto Vinícius José de Rezende, o processo foi simples: após a audiência de instrução, ele entregou os termos da sentença às partes e sugeriu a criação de um grupo no WhatsApp, onde seriam iniciadas as tratativas da conciliação.

A audiência física ocorreu apenas para a homologação do acordo, depois de os envolvidos chegarem a um consenso.

Rezende ainda destacou a efetividade da ferramenta. "A utilização dessa tecnologia inovadora na conciliação contribui para a economia de recursos e para a celeridade do andamento processual." Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-2.

Clique aqui para ler a ata da audiência.
Processo 1001720-10.2016.5.02.0465

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2017, 9h38

Comentários de leitores

3 comentários

WhatsApp

George (Advogado Autônomo)

Já passou da hora do Judiciário adotar medidas como essa diariamente! A Justiça precisa acompanhar a evolução tecnológica da sociedade!

Com diálogo

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Com diálogo sincero tudo se resolve. Boa iniciativa. Alias, é a incapacidade de dialogar e a desconfiança que deságua tantas causas na justiça.

Fantástico!

Amigo da Verdade (Consultor)

Iniciativas como essa dignificam o Poder Judiciário. Parabéns.

Comentários encerrados em 19/05/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.