Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dedos cruzados

OAB divulga lista preliminar de aprovados no XXII Exame de Ordem

Foi divulgado nesta terça-feira (20/6) o resultado preliminar da segunda fase do XXII Exame de Ordem Unificado (prova prático-profissional), aplicada no dia 28 de maio. Para quem quiser recorrer, o prazo começa a correr a partir das 12h da próxima quarta-feira (21/6) e vai até as 12h de sábado (24/6), conforme o horário de Brasília, no site da Fundação Getulio Vargas. O resultado final deve ser anunciado no dia 2 de julho. Quem não for aprovado pode usar a nota da primeira fase no XXIII Exame — o edital de repescagem deve ser publicado nesta quarta. A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado.

Clique aqui para ver a lista de aprovados.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de junho de 2017, 16h23

Comentários de leitores

2 comentários

COMENTÁRIO PARA O OAB PARASITA!!! "fim do exame"

MuriloMatos (Agente da Polícia Federal)

O Brasil sozinho tem mais faculdades de direito do que TODO o resto do mundo... "Existem 1.240 cursos para a formação de bacharéis em direito no território nacional, enquanto no resto do planeta a soma chega a 1.100 universidades". Mais uma questão que só o Brasil deve está certo e o resto do mundo errado! Porque será? Indústria comercial das faculdades de direito com objetivos financeiros somente... ou porque o país é "o país do futebol" ... "país da corrupção" ... e o "país do direito"?
Tem que existir algum filtro sim. Não sei se o atual formato do exame da OAB é o filtro certo, afinal, como bem disse o comentário acima, não separa o joio do trigo. Entretanto, em vez de somente criticar, poderia-se sugerir quais os filtros para não termos tantos semianalfabetos ou analfabetos culturais com diplomas de bacharel em direito, formado em faculdades que, somente pagando as mensalidades se obtém o diploma. O lema é "pagou aprovou".
Interesses comerciais existem em quaisquer negócios. Mas, no setor de educação tem que existir controles para que profissionais desqualificados não possam exercer a profissão.
Já que abriram tantas faculdades de direito, só porque o custo é menor (não há laboratórios / salas especiais) com valor baixo de mensalidades, que se tenha algum controle sim, para os bacharéis poder atuarem!
Por ora, é o que temos, infelizmente ou felizmente, o Exame da OAB.

OAB parasita: pelo fim do maldito exame

O Trovador (Outros)

Vamos caracterizar e adjetivar a OAB e o seu ganha-pão (o seu maldito exame)?
1) DAB (Desordem dos Advogados do Brasil): parasita nata, com viés esquerdista, de natureza jurídica dúbia, sem concurso, sem prestação de contas, mete o bedelho em tudo, dá as costas para os advogados quando eles mais precisam e um altíssimo faturamento advindo de anuidade coercitiva (o dízimo deles) e da grana oriunda dum exame que nunca separou o joio do trigo no mundo jurídico, pois é caça-níquel, apenas isso!
Exame da DAB (Desordem dos Advogados do Brasil): caça-níquel, inconstitucional e malévolo, enfim, sonhos jogados no lixo, pois o cabra estuda no mínimo cinco anos para nada, pois é a "grande" OAB quem determina quem é quem, e ainda conta com a passividade, consentimento e omissão do MEC enfim, coisas do Brasil!

Comentários encerrados em 28/06/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.