Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Verba pública

Professor é afastado por usar máquina da USP em clínica particular

Um professor de Educação Física e Esportes da Universidade de São Paulo foi afastado provisoriamente sob acusação de ter utilizado um aparelho da instituição em sua clínica particular. Segundo o Ministério Público, autor do pedido, o profissional cobrou por consultas em que usou o equipamento comprado com verba da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e doado à USP.

De acordo com a acusação, o professor Antonio Herbert Lancha Júnior utilizou o “Bod Pod”, equipamento que mede percentuais de massa magra e de gordura por meio do deslocamento do ar.

A Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da capital afirma que a máquina nunca foi instalada nas dependências da instituição. Diz ainda que Lancha Júnior chegou a ameaçar quem tentava utilizar o equipamento na instituição, de forma regular.

A decisão, de duas páginas, considerou que existe “prova inequívoca suficiente para convencimento da verossimilhança da alegação” e “fundado receio de dano de difícil reparação”. A liminar é assinada pela juíza Simone Viegas de Moraes Leme, da 15ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo.

A revista eletrônica Consultor Jurídico entrou em contato com a clínica do professor, mas foi informada de que ele só retornará de viagem na próxima semana. Com informações da Assessoria de Imprensa do MP-SP.

Clique aqui para ler a decisão.
Processo: 1058195-40.2016.8.26.0053

Revista Consultor Jurídico, 12 de janeiro de 2017, 17h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/01/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.