Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto na magistratura

Desembargador Luis Antonio Ganzerla, do TJ-SP, morre aos 68 anos

O desembargador Luis Antonio Ganzerla, do Tribunal de Justiça de São Paulo, morreu nesta sexta-feira (11/8) depois de sofrer um infarto. A Presidência da corte decretou luto oficial até a próxima quarta-feira (16/8), em todo o Judiciário paulista. O velório está marcado para as 20h desta sexta no Cemitério do Araçá (Av. Dr. Arnaldo, 666 – Cerqueira César, São Paulo) e o enterro será às 12 horas deste sábado (12/8), no mesmo local.

Desembargador Luis Antonio Ganzerla comandou a Seção de Direito Público
até 2011 e integrava a 11ª Câmara.
Jorge Rosenberg

Ganzerla presidiu a Seção de Direito Público no biênio 2010-2011 e integrava a 11ª Câmara de Direito Público do tribunal. Também foi membro do Órgão Especial, entre 2012 e 2014, e um dos autores da proposta que permitiu a qualquer desembargador disputar cargos de direção, e não só os mais antigos.

Segundo o Anuário da Justiça São Paulo 2017, editado pela ConJur, ele ainda esteve à frente de articulações que levaram à aprovação de norma interna sobre maior transparência do TJ-SP (Resolução 542/2011). O desembargador era favorável à edição de súmulas para facilitar julgamentos e abreviar a conclusão de processos.

Perfil
Luis Antonio Ganzerla nasceu em 1948, na capital paulista, e graduou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie em 1971. Tornou-se juiz dez anos depois, passando por Birigui, São Caetano do Sul, Santo André, Juquiá, Carapicuíba e Poá.

Em 2000, foi promovido ao Tribunal de Alçada Criminal (extinto em 2004, com a unificação dos tribunais do estado) e tomou posse como desembargador em 2005. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

* Texto atualizado às 18h15 do dia 11/8/2017 para acréscimo de informações.

Revista Consultor Jurídico, 11 de agosto de 2017, 16h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.