Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cadeira livre

TJ de São Paulo aprova lista tríplice para vaga de juiz eleitoral efetivo

Por 

Os advogados Alberto Zacharias Toron, Marcus Elidius Michelli de Almeida e Manuel Pacheco Dias Marcelino estão em lista tríplice para uma vaga de juiz efetivo na Justiça Eleitoral de São Paulo.

Os nomes foram aprovados nesta quarta-feira (30/11) pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do estado — de acordo com a Constituição Federal, o TJ é quem indica advogados de “notável saber jurídico e idoneidade moral” para integrar o Tribunal Regional Eleitoral.

As indicações foram feitas pelo presidente do TRE-SP, Mário Devienne Ferraz, para vaga deixada pelo advogado André Guilherme Lemos Jorge. A lista deve passar pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral e, depois, para nomeação do presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Toron, conhecido na área criminal, foi juiz substituto do TRE-SP entre 2014 e 2016. Michelli de Almeida atua principalmente na áreas de falência, consumidor, concorrência, propriedade industrial, civil, empresarial, família e imobiliário. Dias Marcelino presidiu a Associação dos Advogados de Santos (1992-1993) e, por apenas um voto, ficou em segundo lugar em eleição para vaga de desembargador no TJ-SP, no quinto constitucional da advocacia, em 2006.

Despedida
Nesta quarta-feira, ocorreu o último julgamento do TRE-SP com a participação do juiz Silmar Fernandes. Membro efetivo na classe juiz de Direito desde 2013, ele deixa a corte antes do término do seu segundo biênio, porque foi promovido ao cargo de desembargador no TJ-SP. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRE-SP.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 30 de novembro de 2016, 19h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/12/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.