Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalhos interrompidos

Suicídio suspende prazos desta quarta-feira no TRT de São Paulo

A direção do Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, em São Paulo, suspendeu os prazos desta quarta-feira (9/3) devido a um suicídio cometido dentro do prédio. A identidade do morto é desconhecida.

Esse não é o primeiro caso ocorrido na corte. Em maio de 2015, um rapaz de 23 anos também se suicidou no local.

Leia a portaria divulgada no site do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região:

PORTARIA GP/CR Nº 14/2016 de  9 de março de 2016

A DESEMBARGADORA PRESIDENTE REGIMENTAL E O DESEMBARGADOR CORREGEDOR REGIONAL REGIMENTAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o lamentável incidente ocorrido nas dependências do Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, nesta data, e para que não haja prejuízo aos jurisdicionados,

FAZEM SABER QUE:

Art. 1º - Ficam suspensos os prazos processuais, exceto nos processos que tramitam no sistema Pje, bem como o expediente e o atendimento ao público, a distribuição dos feitos e as audiências não realizadas no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, no dia 09 de março de 2016.

Art. 2º -  As novas designações serão regularmente comunicadas às partes, à exceção dos julgamentos já agendados, que serão realizados normalmente.

Registre-se, publique-se e afixe-se.

Rosa Maria Zuccaro
Desembargadora Presidente Regimental do Tribunal

Nelson Nazar
Desembargador Corregedor Regional Regimental

Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-2.

Revista Consultor Jurídico, 9 de março de 2016, 16h57

Comentários de leitores

11 comentários

Praga do lalau

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Pegaram o homem "no pulo" (que para ele jamais foi fatal- muito ao contrário-) e depois disso colegas desesperados inexplicavelmente saltam das rampas num "pulo para a morte". É lamentável essa "estranha atração" para o cometimento de suicídios naquele local.

Etranho

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Suicídios em fóruns no Brasil não é uma coisa comum. No Fórum em questão, no entanto, diz-se que são 4 em poucos anos. Deveria haver uma investigação para apurar a causa, pois não se trata de uma situação comum.

Há um motivo para jornais não divulgarem suícidio

Júlio Silveira (Estudante de Direito)

Mas o ConJur parece desconhecer.

A própria portaria do TRT2, se limitou a dizer que por um "lamentável incidente..."

Falta de responsabilidade.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.