Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Inimigo em comum

70 entidades reúnem-se para discutir propostas de combate ao contrabando

Apontado como uma das causas na redução da arrecadação e dos investimentos no país, o contrabando está na mira de entidades como o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial e o Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade. Para discutir as consequências do contrabando para a sociedade e as empresas, 70 organizações estão promovendo um evento em Brasília no Dia Nacional de Combate ao Contrabando, nesta quinta-feira (3/6). A ideia é reunir propostas para enfrentar o problema. Mais informações no site.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de março de 2016, 20h30

Comentários de leitores

1 comentário

Contrabando - cigarro.

Luiz Carlos Pauli (Comerciante)

No caso do contrabando de cigarros, o furo é mais embaixo. Quem tem ser investigado e muito bem analisado, é ONG antitabaco, pois são eles que insistem no congresso nacional com os politicos, fornecendo tudo que é dado distorcido sobre o cigarro. É um lobby poderoso, financiado unica e exclusivamente por laboratórios que produzem medicamentos para parar de fumar, a Pfizer, é um deles. É tudo por dinheiro, ganância mesmo, pois o antitabagismo se tornou uma profissão, por isso esses ativistas antitabaco se desesperam se não for feito cada vez mais restrições ao tabaco. Por ganância, por dinheiro, esses ativistas antitabaco, transformaram nosso amado Brasil, no maior consumidor de cigarros pirata do mundo, trazendo todo o crime organizado para nossa familia brasileira. Agora, esses criminosos vendem cigarro pirata direto aos nossos adolecentes, em consequencia disso, em 2 anos, teremos milhoes e milhoes de novos e jovens fumantes, sem IMPOSTO ALGUM AO GOVERNO. Portanto, vejam a tragédia que esses ativistas antitabaco conseguiram introduzir no Brasil. Infelizmente, tem gente que acredita que eles labutam por saúde, pura conversa fiada, para eles, só interessa dinheiro. Eles se mantem graças ao apoio da imprensa, no momento que nossa imprensa "acordar" esses ativistas antitabaco vão viver de salário minimo, que é o que merece gente que vive de intrigas na sociedade.

Comentários encerrados em 09/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.