Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Origem civil

Péricles de Queiroz toma posse nesta quarta-feira como ministro do STM

O subprocurador-geral de Justiça Militar Péricles de Queiroz toma posse nesta quarta-feira (1º/6) como ministro do Superior Tribunal Militar. Ele assumirá a vaga destinada a membros do Ministério Público Militar, antes ocupada pelo ministro Olympio Pereira da Silva Junior, aposentado em julho de 2015 — uma das cinco cadeiras reservadas a ministros de origem civil. Os outros dez membros da Corte são oriundos das Forças Armadas.

Péricles de Queiroz ingressou na Justiça Militar por concurso público em 1981. Ao longo de sua carreira, exerceu as funções de procurador-geral da Justiça Militar interino, vice-presidente do Conselho Superior e vice-procurador-geral da Justiça Militar, tendo atuado também como corregedor-geral do Ministério Público Militar.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 31 de maio de 2016, 9h09

Comentários de leitores

1 comentário

Ministério Público Militar e Justiça Militar da União

juliocesar76 (Oficial do Exército)

Apenas contribuindo: o Ministério Público Militar (MPM) é um dos ramos do Ministério Público da União (MPU), ao lado do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Trabalho (MPT). Portanto, não integra a Justiça Militar da União. Logo, o novo Ministro não ingressou na Justiça Militar em 1981, como afirmado no segundo trecho da matéria, e sim no Ministério Público Militar. Abaixo, parte do texto publicado no sítio eletrônico do MPM:

" SUBPROCURADOR-GERAL PÉRICLES DE QUEIROZ É INDICADO PARA EXERCER CARGO DE MINISTRO DO STM

...
O subprocurador-geral Péricles de Queiroz ingressou na carreira do Ministério Público Militar, em 21 de agosto de 1981, após aprovação no III Concurso Público para Promotor de Justiça Militar, para atuar na Procuradoria de Justiça Militar em Curitiba. Em 9 de janeiro de 1995, foi promovido, por antiguidade, ao cargo de Procurador de Justiça Militar e removido para PJM Brasília. Nova promoção por antiguidade ocorreu em 26 de junho de 1995, quando foi nomeado subprocurador-geral de Justiça Militar.

Exerceu ainda os cargos de procurador-geral de Justiça Militar interino de 1995 a 1996; vice-procurador-geral de Justiça Militar de 1996 a 2000; corregedor-geral do MPM de 2000 a 2004; presidente do Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais do MP em 2003; coordenador da Câmara de Coordenação e Revisão do MPM de 2008 a 2016; coordenador da Comissão do Projeto Memória de 2014 a 2015; capacitador da Escola Superior do MPU (ESMPU); coordenador e membro do Conselho Editorial da ESMPU de 2002 a 2005 e conselheiro do Conselho Editorial do MPM em dois períodos diferentes: de 2002 a 2004 e de 2015 a 2017."

Comentários encerrados em 08/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.