Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Patrimônio fragmentado

Imóveis de Alberto Youssef vão a leilão, com lance mínimo de R$ 6,9 milhões

Por ordem do juiz federal Sergio Fernando Moro, mais dois bens apreendidos pela operação “lava jato” vão a leilão nesta segunda-feira (30/5), a partir das 14 horas. O patrimônio pertencia ao doleiro Alberto Youssef, pivô da já famosa investigação, e os lances iniciais totalizam R$ 6,9 milhões, que poderão ser feitos pela internet, no site Superbid Judicial.

Serão leiloados cinco imóveis que fazem parte de um mesmo complexo imobiliário, no valor de R$ 3 milhões, localizado no Campo de São Cristóvão nº 58, no Rio de Janeiro. Também será leiloada parte do Web Hotel Salvador, situado na capital baiana. Trata-se dos 37,23% hoje em nome de uma empresa de Youssef, a GDF Investimentos. Serão oferecidos oito lotes de R$ 418.194,06 e um de R$ 546.788,77, totalizando aproximadamente R$ 3,9 milhões.

Caso não sejam arrematados, os bens serão disponibilizados novamente para venda no dia 13 de junho, também a partir das 14h, mas com redução de 50% do valor de avaliação.

Já foram leiloados no ano passado outros bens de Youssef, como uma lancha, apartamentos em hotéis e carros de luxo. O dinheiro arrecadado deve ser usado para restituir valores desviados pelo esquema de corrupção na Petrobras. Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF-PR.

Clique aqui e aqui para ler os editais.

Revista Consultor Jurídico, 30 de maio de 2016, 7h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.