Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coleta de sugestões

CNJ abre consulta sobre tratamento de conflitos na Justiça trabalhista

Já está disponível no portal do Conselho Nacional de Justiça a consulta pública sobre a regulamentação da política judiciária de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito da Justiça do Trabalho. O público-alvo são os ministros do Tribunal Superior do Trabalho, os magistrados de primeiro e segundo graus, membros do Ministério Público do Trabalho e advogados. O prazo para a coleta de sugestões vai até o dia 31 deste mês.

O objetivo da consulta pública é estabelecer debate sobre o tema entre os diversos segmentos da Justiça do Trabalho. Está prevista também audiência pública, no dia 27 de junho, para ouvir representantes de tribunais, magistrados, membros do Ministério Público e da advocacia, além de outras autoridades ou especialistas de entidades públicas e privadas. As atividades serão concluídas com a apresentação de relatório e da proposta de regulamentação.

O debate sobre o tratamento adequado dos conflitos de interesse no âmbito da Justiça trabalhista foi instituído pelo grupo de trabalho integrado pelos conselheiros Lelio Bentes, Gustavo Alkmim, Carlos Eduardo Dias, Arnaldo Hossepian e Luiz Allemand. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 17 de maio de 2016, 12h12

Comentários de leitores

1 comentário

Garantismo

Professor Edson (Professor)

O garantismo na justiça do trabalho não é praticado em lugar algum do mundo, tem prejudicado os empregadores e o rodízio empregatício, o caso do usuário de crack que deixou o emprego, para "curtir"um mês em uma crackolandia na Bahia e o empregador foi proibido de gozar da justa causa, esse caso noticiado na conjur a algum tempo deixa claro a problemática.

Comentários encerrados em 25/05/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.