Consultor Jurídico

Notícias

Espetacularização do processo

Site do MPF sobre operação "lava jato" atinge 1 milhão de acessos

A pouco tempo de completar um ano de criação, o site com informações sobre a operação “lava jato”, produzido pelo Ministério Público Federal, já tem mais de 1 milhão de acessos. No endereço www.lavajato.mpf.mp.br, a entidade publicou o histórico das investigações tanto na primeira instância, em Curitiba, quanto junto ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal, responsáveis por julgar as acusações contra pessoas com prerrogativa de foro.

Até dezembro de 2015, foram instaurados 1.016 procedimentos com 396 buscas e apreensões, firmados 40 acordos de colaboração premiada com pessoas físicas e 5 acordos de leniência com as empresas envolvidas.

Os procuradores da República que atuam no caso ofereceram 36 acusações criminais contra 179 pessoas pelos crimes de corrupção, organização criminosa, lavagem de ativos, entre outros. Os crimes envolvem pagamento de propina de cerca de R$ 6,4 bilhões, sendo que R$ 2,8 bilhões já foram recuperados pelo MPF, que também pediu o ressarcimento de R$ 14,5 bilhões na Justiça.

Todos esses números estão disponíveis no site da “lava jato”, onde também é possível encontrar a íntegra das denúncias apresentadas pelo MPF, as decisões judiciais já proferidas, artigos sobre o caso, perguntas e respostas, entre outros documentos. O site foi lançado em 28 de janeiro de 2015 pela Secretaria de Comunicação da Procuradoria-Geral da República e é atualizado constantemente. Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF.

Revista Consultor Jurídico, 17 de janeiro de 2016, 15h40

Comentários de leitores

3 comentários

Ótimo

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

É sinal de que o povo está se politizando. Acessar a INTERNET para saber dos rumos do mega escândalo da humanidade sem dúvida é cultura que será inserida nas futuras grades pedagógicas das escolas de todo o mundo. O Brasil, como sempre, será o vergonhoso ganhador de mais esse troféu caracterizador do cinismo e do escárnio, situações jamais presenciadas pelo "homo sapiens" e também pela "mulher sapiens" como, astutamente, acrescentou Dilma dando o seu pitaco cultural na história (mal contada) da humanidade, em um dos seus enfadonhos discursos recentes.

Já está igualando

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O número de acessos ao site já é quase do tamanho do número de mortes que o Ministério Público NÃO INVESTIGOU nos últimos 20 anos.

Normal

Professor Edson (Professor)

Em se tratando do maior caso de corrupção do mundo.

Comentários encerrados em 25/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.